Pode misturar produtos de skincare? Respostas de uma médica

Saber como misturar produtos de skincare é essencial para uma rotina de cuidados eficiente e segura. Veja as orientações de uma dermatologista

Compartilhar:

A rotina de cuidados com a pele pode ser um quebra-cabeça, especialmente quando se trata de misturar produtos de skincare. Muitas vezes, nos perguntamos: “será que posso usar esse sérum com aquele hidratante?” ou “quais ativos são seguros para serem combinados?”. 

A dermatologista e expert, Denise Lage, responde essas e outras perguntas aqui na matéria, confira e não erre mais na junção de produtos na pele.

Pode misturar produtos de skincare? Respostas de uma médica

Misturar produtos de skincare de forma correta pode potencializar os benefícios dos ativos, proporcionando uma pele mais saudável e radiante. 

Alguns ingredientes podem se complementar, potencializando os benefícios, enquanto outros podem causar irritações ou anular os efeitos um do outro. Com as orientações certas, é possível criar uma rotina de cuidados eficaz e segura.

Quais combinações de ativos são clássicas no skincare?

A dermatologista indica que a combinação de antioxidantes, como por exemplo vitamina C, ácido ferúlico e chá verde, é uma das mais conhecidas e seguras, ideal para adaptar em diferentes tipos e necessidades de pele.

“Esses antioxidantes podem ser combinados de acordo com o tipo da sua pele. Se você quiser tratar prevenção de envelhecimento, a gente pode associar ao ácido hialurônico, que já ajuda no tratamento das linhas finas”, indica a expert.

  • Para casos de acne: antioxidantes + ácido salicílico.
  • Para o corpo: antioxidantes + coenzima Q10.
  • Para anti-idade: antioxidantes + ácido hialurônico.

Posso usar ácido hialurônico e ácido retinóico juntos?

Antes de fazer a combinação, um dos pontos principais é entender qual o seu tipo de pele, se possui rosácea ou se é uma pele sensível. 

Como funciona o ácido hialurônico na pele?

Esse ácido possui afinidade pela água, ou seja, ele hidrata, melhora as linhas de expressão, o viço e a qualidade da pele. 

“É um componente natural da nossa pele e ele vai diminuindo com a idade. Alguns agressores naturais, como a poluição, a exposição solar e também a má alimentação, tudo isso, acelera a degradação do ácido hialurônico do nosso organismo”, explica. 

Denise também indica que o uso combinado do ácido hialurônico com antioxidantes é ótimo para combater essa degradação natural do ativo na pele.

Como funciona o ácido retinóico na pele?

Segundo a Dra. Denise, é um dos melhores ativos para anti-idade, “ele faz uma renovação celular, também melhora elasticidade, qualidade da pele e fecha os poros”.

Mas atenção, esse é um dos ácidos que não pode ser usado em peles sensíveis ou com rosácea.

“Tem algumas formulações, como retinol e não a tretinoína, que você pode associar com alguns ativos anti-inflamatórios para melhorar essa sensibilidade. Mas de modo geral a pele sensível não tolera o uso de ácido retinóico!”

Posso usar niacinamida e AHAs para tratar acne?

“Uma opção boa para o tratamento da acne é a composição de niacinamida, com efeito anti-inflamatório, e de ácido glicólico, que atua também no tratamento da acne com efeito clareador, anti-acneico e reparador”, indica Denise.

Os AHAs (Alfa-Hidroxiácidos) têm um grupo no composto para o hidróxido e essa classe consiste em vários ácidos, como por exemplo: ácido glicólico, ácido lático e ácido mandélico. 

Já a niacinamida é um princípio ativo muito versátil, com ação calmante e anti-inflamatória, ela pode ser usada em praticamente todos os tipos de pele. 

“A niacinamida tem ação clareadora, que pode ser usada em quem tem melasma, a ação anti-inflamatória pode ser usada em quem tem acne e também, pode ser associada a outros ativos quando a gente quer uma ação calmante e anti-inflamatória”, fala.

Dica da dermatologista: “A niacinamida deve ser evitada junto com a prescrição da vitamina C, porque ela pode diminuir a eficácia da vitamina C.”

O protetor solar potencializa a ação da vitamina C?

A associação de vitamina C e protetor solar é um clássico! 

“A vitamina C é um antioxidante, então, ela age diminuindo a formação de radicais livres quando a gente está exposto ao sol. E o protetor solar impede que a radiação ultravioleta cause manchas e o fotoenvelhecimento, essa combinação é perfeita!”, indica a expert.

Produtos para skincare

- Por Nathalia Marchi