Como cuidar da pele nos dias frios

Com clima seco e banhos quentes! É preciso redobrar a atenção com a pele nos dias frios

Compartilhar:

Quem tem preguiça de aplicar hidratante depois do banho coloque o dedo aqui – cá entre nós, depois de sair do chuveiro, quentinho, tudo o que a gente quer é se enxugar e vestir a roupa, certo? Errado! Ou você corre o risco de sofrer com pele ressecada, esbranquiçada, envelhecida e ainda ter coceira. Mas, fique calma: vamos te ensinar como cuidar da pele nos dias frios.

1. Nos dias frios, fuja da água quente na pele

É sedutor usar o chuveiro quentinho para se aquecer. Mas, evite. Banho, mesmo no outono-inverno, não pode ser quente. “A temperatura ideal para o banho no inverno é morna e a duração deve ser rápida”, avisa a dermatologista Thais Pepe. E tem mais: prefira sabonetes líquidos e hidratantes, mais suaves que os em barra e, todos os dias, lave apenas partes íntimas, pés e axilas, para não agredir demais a barreira de proteção da pele.

2. Reforce a hidratação da pele nos dias frios

Na hora de escolher seu hidratante, procure por ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular associados. “Eles são indicados para estimular a produção de hidratação natural em todas as camadas da pele”, comenta a dermatologista. Com relação aos cremes reparadores, a médica diz que eles são fundamentais e podem ser usados à noite para evitar os danos ambientais como os efeitos da poluição. “São substâncias antioxidantes com capacidade de reparo celular e que atuam contra os radicais livres”, comenta Thais.

3. Escolha um óleo para chamar de seu 

“Óleo de banho é uma boa alternativa para quem esquece de passar o hidratante diariamente”, diz Thais. Mas ela ressalta que a indicação é usar hidratantes que contenham ureia quando a temperatura cai, para turbinar o poder de hidratação do produto.

4. Mesmo nos dias frios, aplique protetor solar

Não tem jeito, o fotoprotetor é de uso diário e eterno. “A radiação ultravioleta, também no outono e inverno, provoca danos que comprometem a estrutura de sustentação da pele, causando o aparecimento precoce de rugas e flacidez, além das manchas”, fala Thais. A orientação continua a ser a de reaplicar o fotoprotetor de quatro em quatro horas em ambientes fechados e de duas em duas horas em fotoexposição direta. O filtro deve ter dióxido de titânio ou óxido de zinco na formulação: esses são bloqueadores físicos importantes.

5. Pés e mãos na mira

Prometa para si mesma jamais se esquecer de hidratar os pés as mãos, principalmente nessa época do ano. “Estas duas áreas do corpo são as que mais sofrem no inverno”, diz Thais. As mãos vivem expostas – e por isso precisam de produtos umectantes e com protetor solar — e os pés, mesmo escondidos em sapatos fechados e botas precisam de hidratação, sempre.

 

 

- Por Karina Hollo