Os melhores ativos hidratantes para cada tipo de pele

Dúvidas na hora de escolher seus hidratantes? O expert dermatologista Dr. Amilton Macedo dá dicas para encontrar o melhor para sua pele

Aloe vera ajuda na hidratação? E a calêndula e o alecrim? Será que lanolina funciona mesmo? Provavelmente, perguntas desse tipo já passaram pela sua cabeça. Realmente, pode ser complicado encontrar o produto perfeito para você com tantas opções à vista. Mas para te ajudar a encontrar o hidratante que cumpra suas expectativas, o dermatologista Amilton Macedo listou quais os melhores ativos para cada tipo de pele. Confira!

A importância da hidratação

Antes de falar sobre os ativos em si, é importante relembrar que todos os tipos de pele precisam de hidratação. Isso não significa, apenas, que é necessário aplicar cremes na pele, mas sim cuidar do nível de água no corpo como um todo.

“82% do peso da célula é formado de água, então a hidratação sempre começa de dentro para fora. Cada pessoa deve tomar, em média, 40 ml de água por quilo de peso”, explica Amilton.

A pele hidratada fica bonita e, no caso das oleosas, evita que as glândulas sebáceas produzam ainda mais óleo. Por isso, mesmo esse tipo de pele precisa de hidratação. “Água e óleo sequer se misturam. O hidratante deve fazer parte do skincare de todas as peles, independentemente do tipo”, diz o dermatologista.

Hidratação da pele oleosa

Hidratação da pele oleosa

O hidratante

Como falamos, o primeiro passo para uma pele viçosa é a hidratação do corpo como um todo, com água. Mas, então, para que serve o hidratante tópico, aquele que aplicamos diretamente na pele?

A função do creme é segurar a água de perspiração, ou seja, a água que evapora da pele. A hidratação também ajuda a manter uma barreira de proteção chamada de manto hidrolipídico, que protege a pele contra micro-organismos. Outros hidratantes conseguem também atrair água do ambiente ou do nosso corpo para a pele.

Amilton ainda dá dicas para aplicar o produto. Segundo ele, a melhor maneira é logo após o banho ou após lavar o rosto, quando a pele ainda estiver levemente umedecida. Assim, o hidratante ou sérum vai conseguir reter mais água.

“Para as peles extremamente ressecadas, há mais uma dica. Coloque uma quantidade de creme na mão e jogue algumas gotículas de água em cima. Misture e, então, aplique na pele. Isso é muito importante para segurar a água de perspiração”, finaliza.

Pele hidratada

Pele hidratada

Pele sensível

Se a sua pele fica avermelhada facilmente, um hidratante que contenha aloe vera em sua composição é ideal. Além de hidratar, tem ação anti-inflamatória e calmante, evitando a irritação.

Pele seca

Para peles secas, que descamam ou repuxam muito, é necessário usar um hidratante em creme mesmo, aqueles mais densos. “Uma boa dica é buscar produtos com lanolina. Ela é importante porque consegue segurar mais água dentro da pele”, diz Amilton.

Hidratação da pele seca

Hidratação da pele seca

Pele mista

Oleosa na zona T e ressecada no resto do rosto. Pode parecer difícil cuidar de uma pele mista, mas um hidratante em gel com calêndula pode ajudar. O ativo consegue controlar a oleosidade nas regiões que precisam sem ressecar as outras regiões do rosto. Como, além de tudo, hidrata, evita que a pele fique repuxada e evita o efeito rebote da oleosidade.

Pele oleosa

Opte sempre por hidratantes com textura de sérum. “O alecrim é um ativo muito importante para as peles oleosas. É extremamente controlador de oleosidade e consegue regular o pH da pele, sem prejudicar a hidratação”, explica o dermatologista.

- Por Maria Clara Serpa