- Por Mariana Conte

10 atitudes ruins para sua pele

Alguns hábitos aparentemente inofensivos podem acabar em manchas, acne... Descubra o que não fazer para continuar linda!

Você acorda de manhã, segue o ritual de limpar, tonificar e hidratar sem nunca falhar, com os melhores produtos. Mas… será que não tem nenhum hábito que esteja prejudicando a saúde da sua pele? Pense bem: excesso de açúcar aqui, um cigarrinho ali… Xi! Esqueceu o protetor??? Saiba quais desses hábitos podem estar arruinando a sua pele.

1 – Não usar protetor solar
Expor-se ao sol sem proteção pode causar envelhecimento na pele. É o chamado envelhecimento extrínseco ou fotoenvelhecimento, decorrente do efeito da radiação ultravioleta do sol. A pele fotoenvelhecida tem como características a perda da elasticidade, a formação de rugas finas e profundas, e manchas.

2 – Fumar
Pesquisas recentes mostram que a nicotina produz uma enzima que destrói as fibras que formam o colágeno. Ela também bloqueia as ligações cruzadas da elastina, reduz a lubrificação cutânea e os níveis de vitamina A. Resultado: rugas superficiais ao redor da boca, pés de galinha ao redor dos olhos, manchas marrons nos dentes…

3 – Excesso de açúcar e gordura
Em excesso, o açúcar é responsável pelo processo de envelhecimento celular chamado “glicação”. Ele se liga às proteínas da pele, como o colágeno, provocando a rigidez destas proteínas. Assim, elas perdem a função de elasticidade, deixando a pele flácida e com rugas.

Já a gordura em excesso fica acumulada no tecido subcutâneo de forma irregular, provocando gordura localizada e celulite. Melhor deixar aquele brigadeiro (e a pizza, o hambúrguer, o bolo…) pra lá!

4 – Poluição
A poluição afeta o metabolismo celular e, consequentemente, a barreira de proteção cutânea. Como resultado, há a liberação de radicais livres e o colágeno e as fibras elásticas da pele são destruídos.

Sua pele vai perder viço e ficar envelhecida. Outro dano causado é a obstrução dos poros pelas micropartículas, o que faz aumentar a oleosidade e a incidência de cravos e espinhas – piorando o quadro de quem já tem tendência à acne. Proteja a pele com protetor solar e hidratante. E não se esqueça de eliminar as impurezas diariamente com higienização.

5 – Esfoliar demais
Por mais que a gente tenha boas razões para esfoliar o rosto, esse passo do ritual de beleza, em excesso, pode ser perigoso. A esfoliação, por mais de três vezes por semana, pode deixar a pele irritada, avermelhada e estimular a formação de óleo nas glândulas sebáceas.

6 – Usar receitas caseiras
Cuidar de bolhas, queimaduras, espinhas ou qualquer outro problema da pele com soluções caseiras pode ser bastante perigoso, provocando ainda mais inflamação e irritação. O aconselhável é procurar um dermatologista para não agravar mais o problema com condutas irregulares.

7 – Beber pouca água
Todo mundo sabe, beber água é fundamental. A quantidade ideal é de cerca de dois litros por dia. A água não só ajuda a manter a pele hidratada, como também influencia na formação de ácidos graxos, responsável por sua manutenção e lubrificação, protegendo-a da evaporação excessiva e de outros micro-organismos, além de construir uma barreira de proteção contra os agentes externos. Beber água ajuda a evitar o envelhecimento precoce.

8 – Consumo de álcool
O álcool dilata os vasos sanguíneos, aumentando os vasinhos vermelhos na pele. Condições como rosáceas e oleosidade da pele ficam acentuadas em um primeiro momento. Depois, o corpo vai precisando de mais e mais água para poder eliminar moléculas de álcool e começa a buscar nos tecidos periféricos, como a pele. Esse “roubo” vai tirando o brilho e ressecando, explica o doutor.

E, ainda, o álcool ajuda na produção de radicais livres, que em contato com as células danificam a sua estrutura, causando um envelhecimento precoce.

9 – Falta de sono
Na correria do dia a dia, é quase impossível dormir o número de horas ideal: oito. Se você é dessas que dorme bem pouco, atenção! Na falta de um sono de qualidade, o cortisol, hormônio ativado pelo stress, permanece em altos níveis e não faz o ciclo como deveria. A consequência direta desse desequilíbrio é a formação de radicais livres e o aparecimento de rugas precoces.

10 – Banhos muito quentes
É uma delícia no inverno, mas aquele banho quentinho pode não fazer tão bem. A água quente pode desidratar a pele, retirando a camada natural de oleosidade e favorecendo o ressecamento. É melhor tomar um banho mais rápido, com água morna.