Protetor solar para o rosto em diferentes texturas

Confusa com tantas opções de protetores solares? Ajudamos a escolher entre loção, gel, spray...

O protetor solar evita câncer de pele. Se não bastasse essa função vital, ele também ajuda a controlar a oleosidade da pele, tem ação antioxidante e até antienvelhecimento.

“Estudos mostram que o uso diário de um fotoprotetor pode reduzir também os sinais de envelhecimento precoce como manchas e rugas, queimadura de sol e melasma”, diz a dermatologista Dra. Valéria Marcondes. Mas qual será que é o melhor para você? A gente te ensina a escolher.

Procure 3 itens essenciais

De acordo com a dermatologista, para proteger a pele dos raios nocivos do sol, o protetor solar deve oferecer: no mínimo FPS 30, proteção de amplo espectro (UVA/UVB/Infrared) e resistência à água. “Esses produtos oferecem maior eficácia na proteção da pele”, afirma a médica.

Conheça seu tipo de pele

Para pele oleosa, protetor em gel ou sérum. Para pele seca, prefira cremes e loções, com propriedades hidratantes. Anotado? “Se sofre com acne, procure pelas palavras ‘não-comedogênico. Isso significa que o produto não vai entupir os poros”, diz. E, se sua pele é sensível, melhor ler o rótulo e evitar protetor solar que contenha fragrâncias, PABA, parabenos ou oxibenzona.

Cuidados especiais

Em volta dos olhos, use um protetor solar específico para a área e certifique-se de que tenha um FPS 30 (ou superior), proteção de amplo espectro e resistência à água. Para a proteção dos lábios, um bálsamo labial com FPS 30 e proteção de amplo espectro é o indicado.

 

 

Leia mais sobre proteção solar e câncer de pele em My Beauty.

- Por Karina Hollo