Queda de cabelo pós-parto: causas, sintomas e tratamento

Tire todas as suas dúvidas sobre a queda de cabelo pós-parto, das causas ao tratamento, com a dermatologista e expert Luciana Passoni

A queda de cabelo pós-parto é um quadro comum, mas que ainda gera dúvidas. De acordo com a dermatologista Luciana Passoni, muitas mulheres relatam que, no puerpério, seus fios ficaram mais ralos, perderam o volume e até notaram falhas no cabelo. Mas, afinal, por que isso acontece? E como tratar? Aqui, a expert explica isso e muito mais, confira!

Causas da queda de cabelo pós-parto

Se no pós-parto as mulheres sofrem com problemas capilares, Dra. Luciana explica que antes, durante a gravidez, o quadro é exatamente o oposto, e tudo isso graças às alterações hormonais.

“Na gestação, geralmente, as mulheres não perdem cabelo pois há o aumento da progesterona, hormônio protetor dos cabelos, fora o hormônio do crescimento que está a todo vapor e faz bem para o cabelo. Já no pós-parto há uma queda abrupta da progesterona que pode levar à queda de cabelo”, diz.

Queda de cabelo pós-parto: causas, sintomas e tratamento

A queda de cabelo pós-parto acontece por questões hormonais

Afinamento capilar

Essa queda de cabelo geralmente ocorre três meses após o parto, e além dela, as puérperas também podem sofrer com o afinamento dos fios, sintoma comum da calvície.

“A pessoa vai notar que vê mais o couro cabeludo, que o cabelo perde volume, mas não necessariamente uma queda capilar visível. A densidade de cada fio diminui e isso faz com que tenha uma diminuição no volume capilar”, explica Dra. Luciana.

Queda de cabelo pós-parto: causas, sintomas e tratamento

Além da queda, a mulher também pode sofrer com o afinamento capilar

Tratamento

Como tratamento para interromper ou retardar a queda e o afinamento dos fios, a dermatologista recomenda um tratamento com ledterapia e medicação, sempre com acompanhamento médico.

“Cada caso deve ser analisado individualmente, mas, em geral, o tratamento dura em média seis meses”, afirma a expert.

Os cuidados também devem ser de dentro para fora, já que as células do cabelo precisam de proteínas, além de vitaminas e minerais, para se manterem fortes e saudáveis. 

“É importante que o corpo esteja sempre hidratado e manter uma alimentação rica em biotina (gema de ovo, castanhas), vitamina C (frutas cítricas), ômega 3 (peixes e linhaça), silício orgânico (aveia e leguminosas), leite, abacate, espinafre, batata doce e feijão, por exemplo”, explica Dra. Luciana.

No entanto, vale lembrar que ao notar alguma alteração nos fios ou no couro cabeludo, o ideal é buscar orientação médica para que sejam indicados os tratamentos adequados para cada caso.

Queda de cabelo pós-parto: causas, sintomas e tratamento

Produtos para queda de cabelo

- Por Letícia Leite