Como cuidar dos principais tipos de manchas na pele

Quer entender de onde vem e como cuidar de cada tipo de manchas na pele? A dermatologista Thais Pepe esclarece todas as dúvidas!

Fato: a maioria das pessoas contam com manchas no corpo. Porém, uma questão que poucos sabem é que cada coloração indica uma coisa diferente. Há cores relacionadas a exposição solar, genética ou até problemas de saúde.

Quer entender o que cada tipo de mancha na pele quer dizer e como cuidar? A dermatologista e expert Thais Pepe explica!

De onde elas vêm?

Apesar de diferentes, todas as manchas se formam da mesma maneira: acúmulo de pigmento na pele. “Esse acúmulo pode ser de melanina, que dá o tom acastanhado, escuro ou preto, ou de pigmento da hemoglobina, que são lesões vasculares que dão as cores avermelhadas”, revela a dermatologista.

Manchas marrom

As manchas marrons de tom mais claro, geralmente, identificam sardas ou manchas de idade. Elas aparecem pelo aumento de pigmento por conta da exposição solar. “O sol estimula a produção de melanina pelo melanócito, que é a célula que produz o pigmento de melanina. Ele é estimulado, acumula essa melanina na pele, causando as manchas”, explica. É por isso que é tão importante incluir o protetor solar na sua rotina diária.

Manchas avermelhadas

As lesões de coloração avermelhadas são aquelas que já nascemos com predisposição a ter. “Elas podem ser as pintas de sangue, que chamamos de Nevus Rubi, e que vão aumentando com a idade e exposição solar, principalmente, na região do pescoço e colo”, conta Thais.

Pintas

É o tipo de mancha mais comum, que são aquelas pretas e não têm relação com exposição solar. “Elas são características genéticas, então já nascemos com predisposição a desenvolvê-las”, diz a dermatologista.

 

Como cuidar?

A boa notícia é que quase todo o tipo de mancha pode ser removido, apenas o melasma, que é desenvolvido por exposição solar e hormônios que não. Tratamentos dermatológicos com cremes e lasers são ótimas pedidas para incluir na rotina.

“Para cada pigmento de mancha há um laser com um comprimento de onda específico. Os pigmentos se acumulam em camadas diferentes da pele e cada laser vai atingir uma camada diferente”, completa a dermatologista. Converse com o seu médico para que ele possa indicar o ideal para a sua pele.

 

- Por Aline Marchiori