Como cuidar da pele com sardas

A pele com sardas é muito charmosa, mas precisa de cuidados para que elas não se tornem grandes manchas. Denise Lage revela quais são eles!

Se você tem uma pele com sardas, sabe que alguns fatores podem prejudicá-la, deixando-as mais escuras. Apesar de serem charmosas, as sardas precisam de cuidados para não virarem manchas no futuro.

Para explicar os principais cuidados com a pele com sardas, a dermatologista e expert, Denise Lage, bateu um papo com a gente. Confira!

Como elas aparecem?

As sardas são mais frequentes em pessoas com a pele clara, principalmente, as ruivas e loiras. “Essas peles são consideradas fototipos 1 e 2, que são as pessoas com menos melanina e mais sensíveis ao sol. Ao se exporem, elas nunca bronzeiam e ficam vermelhas, queimadas e ardendo”, explica Denise.

O aparecimento de sardas está diretamente relacionado a essa exposição solar e ao fator genético. Quanto mais a pele for exposta ao sol, maior será o número de sardas. Elas não oferecem riscos, mas é preciso ficar atenta para não escurecerem muito. Segundo a expert, esse grupo de pessoas também deve evitar a exposição solar sem proteção, pois correm um risco maior de desenvolver um câncer de pele no futuro.

Cuidados essenciais

Como a principal causadora das sardas é a exposição solar, o maior cuidado é com a proteção. “No dia a dia, o ideal é o uso filtro solar com FPS 30, fazendo a reaplicação a cada duas horas após exercícios físicos, banho de piscina ou mar”, indica Denise.

Fique atenta também ao corpo, aplique filtro solar caso pratique exercícios ao ar livre, além de usar roupas com proteção UV.

Tratamento eficaz

“Para quem se expôs de forma frequente ao sol e as sardas aumentaram há opções de tratamento, como a luz intensa pulsada que, muitas vezes, é associada ao peeling e outros produtos”, explica.

A dermatologista revela que acha as sardas um charme, principalmente, em peles bem cuidadas, mas que todo o cuidado é pouco para que elas não se tornem manchas maiores.

“Vale lembrar que os tratamentos diminuem a piora das manchas, mas não evitam problemas de exposição solar inadequada, como flacidez, câncer de pele e envelhecimento”, conta.

- Por Aline Marchiori