- Por Karina Hollo

Validade dos cosméticos

Sabonetes, hidratantes, desodorantes e protetores solares, depois do prazo, podem colocar a saúde da sua pele em risco.

Os cremes e sabonetes têm corantes, conservantes, fragrâncias e outras substâncias com prazo de validade. Elas que garantem que o produto não vai ser contaminado por bactérias e fungos além de manterem sua consistência e eficiência. Se você não ficar atenta à validade deles, pode acabar com pele vermelha, inchaço, feridas, coceira, dor, descamação…

“Mesmo sem alteração de suas características, não é aconselhável utilizá-los após esse prazo, pois podem causar irritações”, avisa a dermatologista Thais Pepe.

Sinais de alerta

Quando um cosmético vence, geralmente apresenta alteração de consistência, de coloração, de cheiro. “É o caso dos hidratantes corporais e dos óleos corporais“, fala Thais.

Dá até para ver a separação de camadas da fórmula e grânulos – o que significa que os princípios ativos e os conservantes podem ter deixado de fazer o efeito necessário, tornando os produtos inseguros!

Quem guarda, tem

Algumas fórmulas podem estragar antes da data de validade por causa do armazenamento.

O calor pode interferir diretamente na degradação do produto. Outra dica é fechar bem as embalagens imediatamente após o uso.

Sabonetes

O sabonete em barra pode ter validade de até 3 anos e o sabonete líquido (clique aqui para ver qual escolher) em média 2 anos.

Quando estraga, fica ressecado, com a cor mais pálida e muitas vezes rachado. Assim, pode irritar a pele e se contaminar com micro-organismos, causando infecções.

Desodorantes

Valem entre dois e três anos. Depois de vencidos, os desodorantes podem ter odor, cor e textura alterados e, aí, causar alergia, irritações e ainda não proteger direito e você corre o risco de cheirar mal!

“Os desodorantes podem começar a perder a função, causando uma sudorese ainda maior e odor nas axilas”, diz Thais.

Protetores solares

O prazo de validade de protetores solares é de, em média, dois anos. Passado esse tempo, eles sofrem alteração de cor, odor e consistência.

Então, deixam de proteger a pele dos raios nocivos do sol. E você precisa dessa proteção, inclusive no inverno