- Por Karina Hollo

Os cortes tendência da estação

Tem o bob hair, mais curtinho, o long bob, na altura dos ombros, e o longo sem camadas na altura dos seios. Escolha o comprimento e marque o date com a tesoura!

Agenda cheia

Esse é o momento ideal para dar uma aparada nos fios ou, melhor ainda, mudar o visual, para ficar linda nas fotos dos eventos de dezembro – de amigos secretos da firma a happy hours com as várias turmas, confraternizações de família, encontros a dois… Quer saber quais são as suas opções para ficar na moda? Rudi Werner conta!

Curta essa

O bob hair, mais curtinho, também vem com tudo. “Ele é um pouco mais curto que o long bob, na altura do queixo com pontas desfiadas”, descreve Rudi. Boa notícia: não há muita restrição quanto ao tipo de rosto.

“A atenção deve ser para o queixo, porque o corte acentua essa região do rosto”, diz o expert. Seu ponto forte é que valoriza a textura natural do cabelo. “Se tem cachos, assuma-os. Se o cabelo é escorrido, aplique algum leave-in ou finalizador que dê um certo movimento, tipo ativadores de cachos. Finalizadores em textura líquida deixam o aspecto do cabelo mais natural”, aconselha Rudi.

Dá para investir em vários looks! O Bob é prático e perfeito para as altas temperaturas. “Mas, para manter o look é preciso ir ao salão a cada dois meses e aparar as pontas.”

Viva Céline

Os médios estão em alta. O long bob, na altura dos ombros, continua causando e é uma boa opção se você quer praticidade sem perder o poder de sedução dos fios mais longos. Tem até o lob, um tico mais comprido. Mas é o Céline, corte de Khloé Kardashian, que promete ser um dos queridinhos da estação.

“O corte não tem muito mistério, é uma versão mais moderna do long bob. Feito na altura dos ombros e com camadas nas pontas. Na parte frontal, as pontas são mais assimétricas. Atrás, o corte é feito como se o cabelo tivesse sido cortado à navalha”, detalha Rudi. Ele diz que Céline é ideal para quem tem personalidade e busca praticidade no dia a dia.

“Esse corte dá movimento e fica perfeito se você mantiver a textura natural do cabelo, sempre com ajuda de finalizadores em spray, com textura leve, apenas para dar brilho nas pontas. A pomada ou outro finalizador com textura cremosa pode pesar e não dar esse efeito natural que o corte precisa.”

Longa vida

O longo sem camadas na altura dos seios tem um grande ponto forte: é fácil de combinar com os tipos de rosto. “Só não indico para as muito baixinhas”, fala o hair stylist. Ele é versátil! “Para quem tem cabelos muito volumosos, os mais compridos amenizam o problema porque ficam mais ‘pesados'”. Sem falar que é sexy, o preferido dos homens e permite vários penteados, como tranças.

“Para evitar pontas duplas, o corte de manutenção deve ser feito a cada três meses, principalmente em cabelos cacheados. Hidratações caseiras a cada quinze dias. Indico também tratamentos mensais ou bimestrais que dão brilho e maciez para manter os fios sedosos da raiz às pontas, sempre controlando a oleosidade.”