- Por Gui Takahashi

Depilação perfeita – guia para o antes e depois

A lâmina pode ser uma solução prática, rápida e econômica para se livrar dos pelos. E livre de cortes e irritação, se você seguir nosso guia!

Sem desespero

Imagine que aquele cara gato finalmente mandou um Whatsapp convidando você para sair – hoje mesmo! Porém, a sua depilação não está nem um pouco em dia.

Roteiro de filme de terror? Quem nunca teve que se depilar às pressas, em uma emergência, usando a lâmina, que atire a primeira pinça!

“O problema é que esse processo depilatório pode agredir e inflamar a superfície da pele”, avisa a dermatologista Thais Pepe. “E quando esses danos ocorrem repetidas vezes, talvez a área fique escurecida”, diz.

Para evitar o problema, se livrar dos pelos sem se machucar e não perder o date, é importante seguir algumas recomendações da expert.

O jeito certo

Segundo ela, a esfoliação antes da depilação deixa a pele mais sensível e vulnerável. Por isso, deve ser feita com uma antecedência mínima de 2 dias.

“Passar água quente no corpo ou se depilar em um ambiente com bastante vapor ajuda a abrir os poros, facilitando a remoção dos fios.”

Além disso, deve-se usar produtos adequados para preparar e proteger a pele, como os géis depilatórios ou até as espumas de barbear.

Caso você não tenha nada do tipo no boxe, é possível improvisar com algum sabonete líquido, já que o produto também ajuda no deslizar da lâmina. Melhor ainda se ele tiver ingredientes que protegem a pele, como a vitamina E.

Troca regular

Dra. Thais ainda sugere que as lâminas sejam trocadas semanalmente, uma vez que as lesões aumentam quando elas começam a perder o corte.

“Na hora de passar o aparelho, siga o sentido do crescimento dos fios. Isso evita que os pelos encravem”, complementa.

Quanto mais lâminas tiver o depilador, melhor. Com mais fitas de corte, a eficácia aumenta e o risco de lesão diminui!

Muita calma

Hoje é possível encontrar uma infinidade de produtos de texturas diferentes para cuidar da pele depois de depilar.

Vale creme, óleo, gel, loção… “O mais importante não é o veículo, mas a composição. Eles devem ser usados para acalmar e desinflamar o local.

Para isso, ativos como alantoína, alfa bisabolol ou a vitamina E são excelentes. Basta escolher o mais adequado para ao seu tipo de pele.”

 

Zero pelos

Outro cuidado depois de se depilar é evitar o contato da pele com tecidos sintéticos, já que possuem maior tendência a irritar a região, agora sensível.

É importante também lembrar que o prazo mínimo de pausa entre uma depilação e outra, segundo a médica, é de 48 horas, evitando assim agressões sucessivas.

Em tempo: se for para a praia pescar gatos, o fator mínimo de proteção solar para expor a pele recém-depilada é de FPS 30.