Como saber se a minha queda de cabelo é temporária?

Está perdendo muitos fios? Entenda aqui se a sua queda de cabelo é temporária, suas causas e como tratá-la

Compartilhar:

A queda capilar é uma das principais queixas nos consultórios dos dermatologistas e tricologistas. Essa perda dos fios pode ser permanente, como no caso dos quadros de calvície, ou temporária, motivada por diversos fatores, como estresse e até o período pós-COVID. Quer entender se a sua queda de cabelo é temporária? Quem tira suas dúvidas sobre o assunto é a expert e dermatologista especialista em cabelos, Dra. Luciana Passoni. Vem ver:

Como saber se a minha queda de cabelo é temporária?

Causas da queda de cabelo temporária

De acordo com a expert, uma perda de cabelo convencional é de até 100 fios por dia, mas alguns fatores podem alterar esse quadro, como uma gestação.

“Durante a gravidez, com as alterações hormonais, o estresse causado por essa entrada em uma nova fase da vida e também a demanda nutricional intensa gerada, a queda pode ser tornar mais intensa. Principalmente, no começo da gravidez e no mês seguinte ao parto, nos quais o corpo e a vida da mulher passam por transformações mais intensas”, diz.

Além da gestação, a alopecia areata, caracterizada pela perda de cabelo ou de pelos formando falhas circulares, também pode potencializar a queda capilar.

“Essa condição pode ser causada por estresse ou reações imunológicas a infecções com fungos e bactérias”, explica Dra. Luciana.

Calvície x Queda de cabelo

Está em dúvida se a sua queda capilar é temporária ou se resultará em uma calvície? A dermatologista e especialista em cabelos e transplante capilar comenta que, para ter um diagnóstico assertivo, é importante consultar um profissional.

“É necessário analisar a saúde do folículo capilar, pois quando ele morre, a falta do cabelo naquela área será permanente, tendo como solução apenas o transplante capilar. Caso ainda seja possível estimular o folículo, a queda poderá ser revertida”, afirma.

Tratamento para queda de cabelo temporária

Segundo Dra. Luciana, a queda temporária costuma durar de dois a três meses, e é possível minimizar a perda dos fios durante este período e/ou recuperá-los com alguns tratamentos.

“Podemos aplicar algumas terapias, como as técnicas para infundir medicamentos em couro cabeludo, como o microagulhamento robótico, o MMP que é a microinfusão de medicamentos na pele, a mesoterapia e também o ultrassom microfocado, uma tecnologia destaque em grandes congressos pelo mundo que pode ajudar a tratar as alopecias. Temos também o laser e o low level laser therapy, LED vermelho e terapias regenerativas como plasma rico em plaquetas e o plasma rico em fibrina”, explica a especialista.

- Por Letícia Leite