Axilas – como cuidar, depilar e clarear

Axilas - como cuidar, depilar e clarear - O verão chegou e o termômetro ferve! Para não sofrer com o ressecamento, manchas ou pelos encravados, siga nossas dicas!



Cheiro bom

O primeiro passo para ter axilas saudáveis é mantê-las limpas, lavando com água e sabonete. Evitar tecidos sintéticos, principalmente nos dias quentes, também é uma boa. Eles não deixam a pele respirar.

“Para quem sofre com odores nas axilas, indicamos sabonetes antissépticos para combater bactérias e fungos”, diz Denise Lage.



Hidrate, sim!

O segundo passo é hidratar. Apesar de as axilas estarem menos expostas aos raios solares e às agressões externas do meio ambiente, elas entram em contato com os ativos dos desodorantes, que podem irritar ou ressecar, ficando esbranquiçadas, ressecadas, pouco elásticas e ásperas.



Antes da depilação

“O ideal é esfoliar as axilas três dias antes da depilação, para evitar que os pelos fiquem encravados”, avisa Denise.

Se for adepta da cera, é importante usar antissépticos para a limpeza da área, o que facilita a aderência do produto e remove resquícios de desodorantes.

Quem utiliza lâmina pode aplicar creme de barbear masculino (já que são raras as versões femininas). “Mas lâmina deve ser específica para a pele da mulher, mais fina e delicada. Essa versão agride menos!”, fala a dermato.



Xô, foliculite

Quem tem propensão à foliculite (bolinhas com inflamação decorrentes de pelos encravados) deve usar creme à base de antibiótico e anti-inflamatório.

Nesse caso, vale investir na depilação a laser: ao destruir o pelo, cessa o problema do surgimento das bolinhas.



Depois da depilação

Se você usa cera ou lâmina para eliminar os pelos, precisa saber que os dois processos irritam a pele. “Isso porque, além de cortar ou extrair os fios, ambos removem uma fina camada de pele, o que deixa a região vulnerável a irritações e infecções”, fala a expert.

Por isso, procure não usar roupas muito justas e evite cremes e desodorantes por algumas horas.

Além disso, no caso do uso da cera, fuja do sol nas próximas 48 horas, ou use protetor solar para prevenir manchas.



Axilas escuras

As axilas podem ser mais pigmentadas — seja por processo inflamatório pós-foliculite ou até mesmo pelo fator racial.

“Existem tratamentos, como o Elektra, Laser NdYag Q-Switched Fracionado de alta potência, que ajuda no clareamento da região. Para potencializar o processo, indicamos cremes para serem utilizados em casa.”

Para mais dicas sobre como controlar a transpiração, clique aqui.