7 dicas para diminuir a queda de cabelo

A expert Dra. Luciana Passoni lista mudanças de hábitos simples que podem ajudar a diminuir a queda de cabelo

A perda de cabelo é um dos problemas mais relatados nos consultórios de dermatologia. É normal perder entre 100 e 150 fios de cabelo diariamente, mas é preciso ficar alerta caso esse número aumente. Se perceber que há muitos fios no travesseiro ao acordar ou que muitos fios saem quando você passa a mão no cabelo, é hora de procurar ajuda.

A queda pode acontecer por conta do estresse,  procedimentos químicos, má alimentação, fatores hormonais e até algumas doenças, como a Covid-19. Se você está passando por isso, a dermatologista Dra. Luciana Passoni dá sete dicas que podem ajudar a melhorar a situação. Confira!

1- Procure um profissional o mais rápido possível

Ao perceber o aumento da queda, já é hora de procurar um dermatologista. Só ele saberá determinar as causas do problema e indicar o melhor tratamento para cada caso. “Se esperar o quadro piorar, vai ser mais difícil reverter a situação. A queda é causada por uma alteração do ciclo capilar e, quanto mais fios caírem, maior será essa alteração e mais difícil será retomar o ciclo normal”, explica Dra. Luciana.

2- Nunca durma com o cabelo molhado 

Deitar com os fios molhados ou úmidos gera uma grande aglomeração de fungos, bactérias e um abafamento que obstrui os folículos pilosos e pode antecipar a queda de cabelo.

3- Evite prender o cabelo com muita força

Quando for fazer um penteado ou uma escova, evite puxar muito os fios. Isso pode enfraquecer a raiz e causar alopecia por tração, que gera falhas no couro cabeludo, especialmente na região das têmporas e atrás das orelhas.

4- Não exagere nas dietas restritivas

“Toda dieta muito restritiva, especialmente com pouco carboidrato, pode fazer o cabelo cair. Sem todos os nutrientes necessários, o aporte vitamínico nos folículos pilosos é muito baixo, causando queda. Mantenha uma alimentação balanceada”, explica a médica.

5- Faça apenas uma química por vez

Se quiser fazer alguma química no cabelo, é necessário realizar um procedimento por vez e esperar alguns meses entre eles. Para descolorir e alisar o cabelo, por exemplo, faça as químicas em épocas diferentes. “Um dano de cada vez. Espere pelo menos dois meses entre cada um dos procedimentos”, diz Dra. Luciana Passoni.

Ambos são processos agressivos, então, fazê-los juntos pode fragilizar os fios a ponto de eles não suportarem e ocorrer um corte químico. Ao dar esse intervalo de alguns meses, o cabelo tem tempo de se recuperar entre os procedimentos e o risco de quebra é menor.

6- Regule a temperatura da água

“Água muito quente não faz bem para o cabelo. Pode causar dermatites no couro cabeludo, aumentar a oleosidade, provocando queda dos fios”, explica a expert.

7- Mantenha uma alimentação nutritiva

Priorize alimentos ricos em proteína, ferro e ferritina. A baixa concentração do mineral enfraquece os fios e impede que o cabelo cresça. Baixos níveis de vitaminas B12 e D também podem impactar na saúde dos fios.

- Por Maria Clara Serpa