- Por Karina Hollo

10 dicas do momento para recuperar cabelo danificado

O ingrediente do momento para recuperar cabelo danificado, o shampoo certo, o melhor jeito de pentear e muito mais!

 

Depois de muito sol, mar, piscina, suor e vento, seu cabelo provavelmente precisa de uma operação resgate. Sem problemas. O caminho mais curto para fios saudáveis de novo está aqui.

1. Qual o shampoo certo?

R.: Um shampoo para cabelos enfraquecidos limpa os fios enquanto fortalece suas fibras. “Indico o Tigi Bed Head Elasticate Strengthening Shampoo, que proporciona textura, brilho e maleabilidade. Sua formulação tem, além das proteínas de trigo e da soja, o extrato de kiwi, com alta concentração de vitamina C, importante para a produção de colágeno”, fala Ulisses.

2. E o condicionador?

R.: Cabelo danificado precisa de muita nutrição e hidratação para minimizar a quebra e o frizz. “Melhor se tiver proteínas e elastina, para constituir as fibras capilares.”

3. Qual a máscara ideal?

R.: “A primeira necessidade básica de qualquer cabelo é a hidratação”, fala Ulisses. “Mas se o cabelo está poroso, com frizz, e danificado por conta de processos químicos, como coloração e descoloração, pode intercalar com a máscara de reconstrução. Gosto da máscara Wella SP Luxe Oil Keratin Restore e a Senscience Inner Restore.”

4. Quantas vezes por semana lavar?

R.: Você pode lavar todos os dias, desde que use uma linha adequada de limpeza e de tratamento. “Invista nos shampoos sem sulfatos, pois eles tendem a ressecar menos os fios.”

5. Qual o ingrediente do momento para recuperar os fios?

R.: “O óleo de coco continua sendo o queridinho por conta do alto poder de umectação. Mas gosto muito do extrato de uva (a vitamina E presente faz com que os cabelos fiquem fortes e brilhantes) e do extrato de bambu (que auxiliam na reconstrução dos cabelos enfraquecidos e fortalecem aqueles que passaram por processo de queda).”

6. Em que tipo de leave-in investir?

R.: “Para recuperar o cabelo danificado, vale investir naqueles que oferecem proteção térmica, solar e ainda fazem a umectação do fio, tudo para proteger e reparar. Indico o Wella SP System Professional Luxe Oil, que é um óleo finalizador de tratamento, que ajuda a reparar e reconstruir a fibra, e ainda minimiza o frizz.”

7. Melhor aproveitar que ainda está quente e dar um tempo nas ferramentas térmicas?

R.: “Sim. O calor excessivo do secador, do babyliss, da chapinha e até mesmo do difusor provoca a desidratação dos fios. Aproveite o verão para usar os cabelos naturais.”

8. Que tipo de finalizador evitar?

R.: “O spray de sal deve ser evitado quando não se quer ressecar ainda mais os fios. Ele pode ser substituído por produtos à base de açúcar que são ótimos finalizadores e promovem resultados semelhantes ao spray de sal, conferindo textura e volume, porém, sem ressecar.”

9. Em que tipo de penteado apostar?

R.: “Aposto no half bun, um coque semi-preso com os fios das laterais. Um penteado descolado, prático e que é a cara do fim do verão. Vale ainda o wet look, só pelo fato de o cabelo não passar por nenhum processo com fonte de calor”, sugere Ulisses.

10. Em que tipo de tratamento de salão investir?

R.: “Indico o tratamento K3 – Reconstrução Capilar que conta com três tipos de queratina, a proteína é responsável pela integridade do fio, pela proteção e pelo preenchimento dos cabelos.”