- Por Karina Hollo

Depilação para pele negra e morena

Pele pigmentada é mais suscetível à descoloração, a queimaduras e cicatrizes, por isso você precisa ter cuidado com o método que usa.

A depilação é praticamente um bem nacional. Não há brasileira que concorde em usar minis, shorts (que dirá biquíni!) sem estar com pernas, axilas e virilhas lisinhas. Mas o que fazer para escapar de manchas e pelos encravados na hora de se depilar, no verão ou no inverno, se você tem a pele morena ou negra?

Sem falar que, quando se trata de pele e fios escuros, depilar-se não é simplesmente munir-se de um home device e sair de casa lisinha. Vamos contar tudo que você precisa saber sobre depilação se tem pele escura. E o primeiro passo é escolher o método certo.

 

Lâmina

Ainda é a maneira mais fácil e mais rápida de remover pelos em todos os tons de pele. Sem falar que é rápido, não precisa marcar hora, esperar os fios crescerem… “A única desvantagem é que algumas pessoas apresentam alergia à lâmina, então a pele pode ficar com placas alérgicas após o uso. Além disso, sempre que cortamos o pelo, ele pode crescer para dentro da pele e inflamar, causando a foliculite.

Especialmente se for crespo. Isso não acontece só com a lâmina, mas também com a cera. É uma desvantagem em relação a depilação a laser”, diz Apolônia Sales. “Para esse problema existem substâncias que acalmam a pele como a nicotinamida, camomila e até mesmo pomadas de corticoide”, explica a dermato.

Cera quente

Sim, sim… depilar-se com cera, para algumas, parece mais uma sessão de tortura. Dói! A parte boa é que os fios demoram mais a crescer do que quando você usa a lâmina. Mas alto lá: o método de depilação pode causar manchas em morenas.

“Quando agredimos a pele, podemos ter como resposta um aumento da pigmentação, especialmente em pessoas de pele morena. Ao usar a cera quente, a pele sofre com a alteração térmica, que agride”, fala a médica. Por isso, se for fazer depilação com cera, é melhor que seja fria. Ah! Esfoliar antes pode ser uma saída para evitar encravamentos.

Creme depilatório

É seguro para peles morenas, desde que não ocorra nenhuma agressão. “O creme deve ser deixado no tempo certo, ou pode lesar a pele…”, alerta Apolônia. Para descobrir se tem alergia, utilize o produto em uma área bem pequena da pele, como um teste. “Se após 24 horas não houver reação, ele pode ser usado com segurança.” E depois, hidrate!

Depilador elétrico

O aparelho depilador arranca o pelo desde a raiz e não tem o risco de cortes, alergias e queimaduras. “Porém, pode causar uma leve agressão na pele se for mal aplicado. Só causa manchas ou descoloração se agredir a pele. Pode ser usado em pele morena, desde que observada a forma correta de utilização”, avisa a médica.

Depilação a laser

A depilação a laser é definitivamente a melhor opção, já que elimina os pelos por períodos bem mais longos, com poucas sessões. “Na pele morena e negra pode ser usado o Vectus, pois apesar de ser um laser de diodo, ele mede a quantidade de melanina na pele para indicar qual a energia segura a ser usada.

Já o NdYAG é o mais indicado em peles negras por ter um comprimento de onda mais longo, assim a redução da dispersão e a penetração mais profunda do laser fazem com que ele seja o método mais seguro.”

Lasers para usar em casa

Todo cuidado é pouco. “Existem modelos diferentes de home devices… Alguns mais fortes que outros, porém, todos possuem uma energia muito menor que os lasers de consultório justamente para serem seguros. Há o risco de manchas especialmente em peles escuras, por isso são mais indicados para peles claras”, alerta Apolônia.