- Por Karina Hollo

Curtir o verão sem estragar as unhas

A praia, o mar, o sol, o... esmalte descascado! Aprenda a driblar esse derruba-visual para curtir só o ótimo da estação.

Quem disse que verão é sinônimo de descaso? Não é só porque você vai relaxar – que delícia! – que vale descuidar da beleza e deixar a manicure em petição de miséria. Mesmo que a estação seja um mergulho nas agressões à esmaltação recém-feita. Aprenda os cuidados especiais que você deve ter.

#phyna

“Antes de mais nada, é preciso passar uma fina camada de base”, diz a nail artist Solange Peixoto. E por “fina”, ela quer dizer: fina! “Camadas mais grossas fazem o produto descascar com mais facilidade e até sair todo de uma vez só.” Quem nunca viu a cor se destacar em um único puxão, como um filme plástico? O mesmo vale para o esmalte: uma camada leve é suficiente.

Xô, areia!

Vai pra praia? Invista no top coat. “O atrito com os grãos vai desgastando o esmalte e acelerando o processo de descascamento. A camada de top coat vai proteger a cor e retardar o desgaste.” Vale já deixar o vidrinho a postos na sua bolsa e renovar a aplicação antes de pisar na areia. Só não esqueça de deixar secar bem, para os grãos não grudarem e você ter acabamento arenoso, sem querer.

À prova d’água

Não adianta, água vai fazer seu esmalte sair, principalmente a da piscina, com cloro, ou a do mar, com sal e areia. Para manter a cor por mais tempo, crie uma superfície com mais atrito, para o verniz grudar melhor. “É só passar uma lixa de polimento nas unhas, mas sem o lado de brilho”, ensina.

Medida de emergência

Já descascou? Não tem problema. Para não ter que interromper seu tempo de descanso agendando manicure, passe o esmalte apenas na ponta e cubra a unha inteira com mais uma camada de top coat. “Outro truque é aproveitar para fazer uma francesinha”, indica. Aí você já dá uma nova cara, se o look antigo enjoou. Manicure 2 em 1, quem não ama?

Mas se você não está a fim de levar o esmalte para a praia, a manicure Raiane Silva, do salão Werner Coiffeur, no Rio de Janeiro, dá uma velha dica carioca: já retirar a pontinha na hora da esmaltação, deixando uma faixa bem fina (quase imperceptível) sem cor. Já que o verniz começa a descascar por ali, isso vai fazer seu esmalte ganhar uns bons dias de vida.