Como sair do ruivo para o loiro

Parece loucura, mas sair do ruivo para o loiro sem danificar os fios, é possível! Vem conferir as dicas de Marcos Proença

Mudar é sempre bom, mas bate aquela dúvida: será que o meu cabelo aguenta? Para quem quer sair do ruivo para o loiro, isso bate ainda mais. Afinal, mais importante do que a transformação, é manter a saúde dos fios. Para te falar tudo sobre esse processo, conversamos com o expert Marcos Proença, que vê isso acontecer todos os dias no salão. 

Tratar

Antes de tudo, uma mudança desta proporção jamais pode ser feita da noite para o dia. “Não dá para dormir morena e acordar loira. Com os tratamentos certos, você faz um pré-cronograma com nutrição, reconstrução e hidratação”, ensina Proença, lembrando da importância de preparar o seu cabelo antes de qualquer processo químico. Assim, quando senti-lo saudável, é hora de marcar um horário com o seu cabeleireiro. 

 

Descolorir

O primeiro passo para sair do ruivo para o loiro é o processo de descoloração, que vai desbotar todo o pigmento ruivo e suas variações de marrom ou acobreado para chegar no melhor tom de loiro. “Se o cabelo resiste ao teste de mechas, dá para fazer o loiro na cabeça toda. Mas se o cabelo não permite essa descoloração, dá para fazer de forma gradativa. Vai crescendo, tirando o ruivo, fazendo luzes aos poucos, até conseguir chegar no resultado final”, explica o cabeleireiro. 

 

Se adaptar

Uma vez que a pessoa faz luzes ou fica loira, parece ser viciante. E o que você faz com os seus tratamentos, com o cronograma capilar que seguia? Troca tudo! “Diferente do cabelo ruivo, que é o que mais perde pigmentos, o cabelo loiro pede aminoácidos, queratina, e vai enrijecer o fio para dar todo o brilho que ele precisa para ficar bonito”.

- Por Evelyn Moreto