- Por Solange Peixoto

Como remover esmalte sem manchar

Glitter que não desgruda? Vermelho que borra? Com essas dicas, vai ser fácil deixar suas garras prontas para a próxima manicure.

A hora da esmaltação é sempre uma festa. Mil vidrinhos e acabamentos para escolher, unhas decoradas para fazer… Mas a hora de tirar pode ser um sufoco, ainda mais se você investiu no esmalte escuro da moda ou naquele glitter fashionista. Não se você aprender esses truques do nosso guia de mitos e verdades do tira-tira da manicure!

Mito: esmalte escuro mancha a unha

Mentira! Se os vinhos, vermelhos e marrons sempre deixam uma lembrança nos dedos, aposte nos removedores com acetona: “Se for um esmalte escuro demais, essa é a melhor opção, pois remove o pigmento mais facilmente”. Mas separe ela apenas para os muito escuros, ok? “Por ser mais forte, a tendência é ressecar um pouco mais as unhas, principalmente se for usada em excesso”.

Mito: dá para remover glitter fácil, fácil

Verdade! É rápido e prático remover o glitter sem tirar a unha junto: “Molhe um pedaço de algodão com removedor de esmalte, coloque sobre a unha, enrole um pedaço de papel alumínio, feche bem e deixe “de molho” por cinco minutos. Quando você retirar o papel e o algodão, as unhas estarão limpas!” Aí é só eliminar os grãozinhos que sobraram e partir para o próximo esmalte.

Mito: usar o palito é indispensável para uma esmaltação sem borrões.

Mentira! O palito é uma tradição brasileira e, na verdade, não faz tanta diferença no quesito manchas: “Se a cutícula não estiver bem feita e restarem peles sobre as unhas, o palito em si não vai resolver”.

Para uma manicure livre de borrões, Solange recomenda a esmaltação espanhola. Ela faz suas unhas ficarem perfeitas, sem precisar de palito para limpar excessos. O resultado é manicure mais rápida, desperdiçando menos esmalte e removedor, e maltratando menos a delicada pele da ponta dos dedos.