- Por Karina Hollo

Como escolher o perfume ideal

Quer se empoderar sabendo exatamente como escolher perfume? A gente ensina.

Com tantas opções sendo lançadas, saber como escolher o perfume perfeito se tornou cada vez mais complicado — mas não menos prazeroso. “O importante é se autoconhecer, saber o que você gosta, quais ingredientes são os seus preferidos, observar quais os perfumes que você usa ou já usou e tentar entendê-los olfativamente (descobrir quais são as suas notas de perfumes, quais ingredientes fazem parte da composição, que memórias eles trazem, etc)”, ensina Serge. E aí, testar na pele!

Teste de pele

Aplicar o perfume na própria pele, limpa e sem resíduos de qualquer outra fragrância, é a forma mais correta para saber se você vai realmente gostar ou não daquele cheiro. “Não adianta cheirar na amiga, ler ou confiar apenas em fitas/tiras olfativas. Um mesmo cheiro varia muito de pessoa para pessoa em função do tipo de pele, estilo de vida, alimentação, entre outros fatores”, fala o expert. Varia inclusive o jeito de como fazer o perfume durar mais.

Menos é mais

O ideal é cheirar primeiramente os perfumes nas tiras olfativas, selecionar aqueles que mais a agradam, para depois testar na pele apenas três ou no máximo quatro em um mesmo dia. Sempre com a pele limpa, sem perfume, idealmente pela manhã quando o olfato está menos saturado.

Conte até 10

Feito isto, nada como esperar alguns minutos para saber como o perfume evolui na sua pele. “Os perfumes possuem notas que evaporam em diferentes fases, então, o cheiro que você sente no momento em que aplica na pele não é o mesmo cheiro que você sentirá depois.” Aproveitando que você já está fora de casa, por que não dar uma voltinha, passar mais tempo em contato com o perfume, para depois retornar com sua escolha feita?