- Por Karina Hollo

Como acabar com as espinhas no outono-inverno

Não é porque o tempo esfriou que as espinhas dão trégua. Saiba como tratar acne no outono-inverno

Durante o verão, cravos e espinhas são quase inevitáveis por conta do calor, que aumenta a produção de oleosidade na pele. Porém, engana-se quem acredita que com a chegada das estações frias os problemas com acne acabam. Na verdade, como a umidade relativa do ar cai, a pele fica mais seca e o quadro pode ser ainda pior.

“Com a pele seca, o excesso de limpeza e produtos com ação secativa, as glândulas sebáceas passam a produzir uma quantidade maior de sebo na tentativa de hidratar o tecido, o que resulta em poros entupidos e, consequentemente, cravos e espinhas”, explica a dermatologista Valéria Marcondes. Quer saber como evitar o problema?

Pare de tocar seu rosto

“Ainda mais se você costuma usar mais cremes para as mãos durante o inverno, formulados com uma grande quantidade de óleos e ingredientes oclusivos que podem ser carregados para o seu rosto e fazer com que as espinhas e cravos apareçam”, destaca a dermatologista. Além da sujeira que suas mãos entram em contato diariamente, já pensou?

Cuidado com banhos quentes

O ressecamento da pele no verão tem um grande vilão: a temperatura do banho. “A água quente remove alguns dos óleos naturais que protegem a pele. Ressecada, ela fica mais suscetível às agressões externas, além de sofrer um efeito rebote, com aumento da produção de oleosidade”, completa a Dra. Valéria.

Hidrate a pele

No inverno, a hidratação do tecido é ainda mais importante. Porém, no lugar de usar um creme mais pesado, prefira séruns e loções que forneçam barreiras de proteção para a pele. “O hidratante precisa ter ativos umectantes, ingredientes que atraem água para a pele, como glicerina, ácido hialurônico, alantoína, propilenoglicol, sorbitol, ácido glicólico e láctico”, recomenda a médica.

Cuide da acne

O fato de o clima ressecar sua pele não quer dizer que você não deva usar produtos para acne, mas evite os com álcool. “Uma boa dica, por exemplo, é utilizar produtos à base de ácido salicílico, ótimo para acalmar a pele acneica sem secá-la excessivamente. Mas o mais importante é a hidratação posterior em séruns ou gel”, finaliza ela.