- Por Karina Hollo

Como acabar com a dermatite seborreica para sempre

O excesso de água quente e o stress são fatores que pioram a doença

A dermatite seborreica é uma doença dermatológica que atinge 20% da população mundial. Estima-se que mais de 70% das pessoas terá, ao menos, um episódio leve ou moderado desse tipo de dermatite seborreica (conhecida como caspa) ao longo da vida. E agora?

Tática de combate

Depende do tipo de caspa. “Se ela for fúngica, vai precisar de medicamento tópico e oral. Se for dermatite atópica, pode melhorar com mudança de hábitos: banho morno e rápido e usar produtos de acordo com o tipo de couro cabeludo”, fala Marcela Buchaim.

Escovar mais adianta?

“O couro cabeludo teria que levar a gordura natural pelos fios. No caso de estimular o fluxo e desobstruir, se você fizer massagens e esfoliações, elas conseguem esses efeitos no couro cabeludo.” Mas pode usar a escova também, desde que ela tenha cerdas bem macias.

Esfoliação na medida

Apostar em fórmulas esfoliantes que ajudam a livrar o couro cabeludo das células mortas da pele e o acúmulo de produtos pode ajudar. “Se você tiver um couro cabeludo normal/oleoso pode fazer a cada 15 dias. Agora, se tiver um couro cabeludo sensível não pode, pois corre o risco de provocar outras lesões”, alerta a especialista.

Ativos poderosos

Os produtos certos são os adequados para o seu tipo de couro cabeludo. “Entre os ativos, procure por aqueles com óleos essenciais, zinco e enxofre. E evite aplicar condicionador na raiz.”

No chuveiro

Trate de lavar o cabelo na água morna e em um banho rápido. Mas deixe secar. “Se o cabelo não tem tempo de secar e você ainda prende ele molhado, pode causar uma caspa fúngica.” Os cremes de tratamento para nutrição também são indicados.