Problemas de unhas e suas causas

Problemas de unhas e suas causas: ondulações, quebras e falta de crescimento podem ser um sinal de que alguma coisa não vai bem. Entenda qual recado cada alteração quer dar.


Sabe aquela história “você é o que você come”? Então, as unhas também podem dar muitos sinais sobre sua saúde (saiba como manter as suas unhas fortes e saudáveis). Às vezes, elas apresentam ondulações, manchas brancas, ficam amareladas e cada uma dessas alterações significa uma coisa – não necessariamente uma doença, podem ser só resultado de um trauma qualquer. Chamamos a expert Patricia Nakahodo para entender melhor cada uma dessas marcas, o que elas querem dizer e quais os tratamentos para cuidar das unhas, inclusive detox. “Sempre acho importante falar que nem tudo o que altera a unha é micose e que qualquer tratamento demora a dar resultado, é preciso paciência”, adianta ela.


 
 
 


É comum que traumas na unha causem ondulações. Quando cutucamos muito a cutícula, isso também ocorre. “Elas costumam ser temporárias e somem conforme a unha cresce. Quando são persistentes, podem indicar que já houve alguma alteração pontual na matriz da unha”, diz Patricia. Segundo a dermato, quando mais de uma unha, ou todas, apresentam ondulações, pode ser o caso de alguma doença dermatológica, como psoríase, líquen plano e alopecia areata. Além de consultar um médico para saber a causa das ondulações, Patricia indica evitar polir, lixar ou traumatizar as unhas, além de sempre mantê-las hidratadas.


“Normalmente são micro traumas pontuais, muito comuns em crianças por brincarem mais com as mãos e nas mulheres, por mexerem mais nas unhas e cutículas”, explica a expert. Podem indicar também falta de vitaminas, doenças renais ou hepáticas, mas são casos mais raros.


 
 
 


 
 
 


É muito chato quando estamos tentando deixar as unhas crescerem e elas quebram. Mas, tem gente que passa por isso mais vezes do que o normal. “Isso pode ser uma condição biológica, algumas pessoas têm as unhas mais finas que outras. Porém, a quebra pode estar relacionada a algumas desordens sistêmicas, como as alterações de tireoide e falta de vitaminas”, diz Patricia.


Esse problema também pode estar associado a disfunções sistêmicas. “Geralmente, complementos alimentares podem ajudar, apesar de não aumentarem a velocidade do crescimento. É importante ficar atenta e diferenciar crescimento lento ou unhas que estão quebrando ou descamando com facilidade. Nos últimos casos, há que se investigar se existe uma causa por trás”, explica Patricia. A médica também indica manter a hidratação e evitar polir as unhas. “O dermatologista pode, inclusive indicar fórmulas tópicas com formol na composição para tentar minimizar o problema.”


 
 
 


 
 
 


As unhas podem ficar amareladas por impregnação de esmalte ou por ingestão de alguns medicamentos que acabam alterando a cor delas. “Algumas bactérias e fungos também podem deixar as unhas amareladas, mas, nesses casos, a alteração da cor fica restrita a um local e dificilmente alteraria todas as unhas”, diz a expert. Nesses casos, é preciso procurar uma dermatologista para investigar o caso e decidir o melhor tratamento.

control: 0d7ca42d-d795-4375-ad9f-1968cb3ee0a6
control: b1e01479-21d4-49f1-a8d1-a028002523ea