Por que incluir o tônico facial na rotina?

Se você acha que o tônico facial é totalmente dispensável, a dermatologista e expert Marcela Gomes, prova que não é bem assim!

A gente cresce ouvindo que os três passos básicos para uma pele saudável são: higienizar, tonificar e hidratar. Porém, poucas pessoas levam o segundo passo a diante por acharem totalmente indispensável. Mas não é bem assim, o tônico facial tem, sim, a sua importância dentro da rotina de cuidados com a pele e faz toda a diferença a longo prazo. Quer ver só? A dermatologista e expert, Marcela Gomes, explica mais sobre ele.

O tônico é mesmo necessário?

Sim, pois ele ajuda a eliminar os resíduos que ficam na pele após a lavagem, completando a higienização. “Além disso, ele equilibra o pH da pele, preparando-a para receber os produtos de tratamento”, explica a dermatologista.

O ideal é usá-lo todos os dias, de manhã e a noite, após a lavagem do rosto, aplicando com um algodão.

Escolha o seu!

Procure um tônico facial de acordo com as suas necessidades. Hoje, existem diversas opções, mas algumas substâncias fazem a diferença para determinados tipos de pele. Confira!

Pele oleosa: o tônico ajuda e muito a controlar a oleosidade, para isso, busque produtos com ativos, como o Zinco.

Pele seca: opte por tônicos com substâncias que auxiliem na hidratação e que não tenham álcool em sua fórmula.

Pele normal ou mista: o tônico pode ser um aliado na prevenção do envelhecimento. Prefira os que contenham vitamina C ou B5.

Pele sensível: escolha um tônico com substâncias calmantes, como a camomila, que vai trazer um alívio para a pele.

Agora ficou fácil incluir o tônico na rotina, vai! Montamos uma seleção abaixo com ótimas opções para você escolher aquele que vai deixar a sua pele muito mais bonita.

- Por Aline Marchiori