- Por Karina Hollo

Novos aparelhos contra a celulite

A batalha para o próximo verão não ter furo nunca termina. Vem ver o que a tecnologia reserva.

Quando se trata de celulite e estar feliz com o corpo, não tem data certa, sempre é tempo de se cuidar! As boas novas tecnológicas e os lançamentos de aparelhos para turbinar suas curvas e combater a celulite a tempo de vestir o biquíni sem susto já estão aí. Quer saber qual funciona para o seu caso? A gente traduz para você.

Vanquish

Esse aparelho multipolar não toca na pele. A oscilação da corrente elétrica promove a colisão das moléculas e gera calor local. O Vanquish tem placas de radiofrequência seletiva que esquentam a gordura até 45°C, sem queimar a pele. Não dói! É indicado para o tratamento de gordura localizada e celulite. Precisa de 3 a 8 sessões.

Cellfine

O dispositivo é do tamanho de um iPhone e funciona mecanicamente, sem calor, sem ondas sonoras ou de rádio. Em primeiro lugar, o local a ser tratado é marcado com um círculo do tamanho de uma moeda. Em seguida, a área é anestesiada com uma injeção automática de lidocaína. Então, o dispositivo agarra a pele com o auxílio de sucção e uma lâmina desliza cerca de seis milímetros abaixo da pele para romper as traves de celulite, como uma subcisão. O processo gera estimulação de produção de colágeno, o que vai melhorar o aspecto dos furinhos.

Velashape 3

Combina quatro técnicas diferentes: manipulação mecânica, sucção a vácuo, radiofrequência bipolar e radiação de infravermelho. A manipulação é feita com o auxílio de dois rolos, o que estimula a circulação, auxilia a eliminação de edemas e diminui a retenção de líquidos. A sucção aumenta o fluxo sanguíneo e linfático, melhorando a eliminação de resíduos. Já a radiofrequência promove a firmeza da pele através da estimulação da produção de colágeno e de elastina. O infravermelho, por sua vez, estimula o metabolismo, a ativação celular e a reabsorção de inchaço. A combinação do infravermelho com a radiofrequência leva ao aquecimento do tecido dérmico e hipodérmico da região tratada, promovendo uma redução de medidas, melhorando o aspecto da celulite, diminuindo a flacidez da pele e harmonizando o contorno corporal. O tratamento inicial consiste de 12 sessões, duas vezes por semana.

Maximuns

Utiliza três tecnologias para tratar as quatro camadas de tecido – epiderme, derme, hipoderme e músculo. A tecnologia trifracionada rejuvenesce a camada externa da pele, as centenas de pequenos raios de energia de radiofrequência penetram na epiderme e criam microperfurações. Ele também aquece a camada da derme provocando a contração e a regeneração das fibras do colágeno. Já a tecnologia
TriLipo de Ativação Muscular Dinâmica (DMA) atinge os músculos adjacentes, fortalecendo e tonificando-os. Ufa!

Ulthera

Indicado quando a celulite é gerada pela flacidez, tem efeito rápido e duradouro. O aparelho, através de ultrassom, estimula a produção de colágeno. É o único
procedimento não cirúrgico que permite aos profissionais visualizar sob a
 superfície da pele e focar a energia especificamente na camada profunda, atingindo, além das camadas mais superficiais da pele, a parte muscular. Há uma resposta regenerativa do próprio corpo para fortalecer gradualmente a
pele e o suporte do tecido profundo. O aparelho estimula a produção de colágeno, enrijece a camada superficial do músculo provocando o estiramento da pele. O resultado é alcançado graças à liberação de ondas por meio do aplicador que cauteriza a derme e a capa da musculatura fazendo o estiramento.