Depilação a laser: cuidados com a pele depois do procedimento

Você sofre com vermelhidão, irritação ou ardência sempre que realiza sua sessão? Então não deixe de ler esta matéria!

Apesar de duradouro e eficaz, o laser acaba sendo um pouco doloroso para quem tem pele sensível. Se você deseja uma remoção de pelos mais tranquila, é importante entender como tratar a região depilada após o procedimento. A seguir, confira todas as dicas e produtos indispensáveis!

Diga não aos hidratantes pesados

O ideal é evitar o uso de cremes gordurosos e óleos corporais, pois eles obstruem os poros e podem gerar foliculite. “Recomendo o uso de géis, produtos com extrato de camomila ou cremes à base de corticoides durante dois ou três dias após a depilação para acalmar a pele”, explica a dermatologista Mônica Aribi.

Longe do sol

Se engana quem pensa que depois de realizar a depilação a laser já é possível ficar exposto ao sol. O indicado é deixar um intervalo mínimo de cinco a sete dias entre a sessão e a exposição solar, para ajudar na cicatrização saudável e não causar manchas no corpo. “No caso de regiões como o rosto ou outras partes que não puderem ser bloqueadas, o uso do protetor solar é obrigatório todos os dias”, afirma. O fator mínimo de proteção indicado é o FPS 30.

Invista na água termal

Segundo a dermatologista, a água termal é um dos dermocosméticos mais usados após procedimentos estéticos. Além de diminuir as irritações da pele sensível ou sensibilizada, evitando sinais de vermelhidão e coceira, ela também ajuda a promover sensação de frescor e a hidratar de forma suave.

Ácidos? Nem pensar!

Tratamentos com cremes à base de ácidos retinoico, salicílico e glicólico, por exemplo, também devem ser suspensos com 30 dias de antecedência do começo até o fim das sessões. De acordo com Mônica Aribi, esses produtos podem irritar e deixar a pele ainda mais sensibilizada.

- Por Camila Miranda