Cuidados com os pés para incluir na rotina

Descubra quais cuidados com os pés são necessários para aliviar a pressão da rotina corrida do dia a dia!

Acorda, coloca o tênis, vai para a academia. Troca, coloca o salto, vai trabalhar. Chega em casa, anda para um lado, para o outro. Toma banho, cuida do corpo, do rosto… Mas e os pés? Se você tem deixado os seus de lado, chegou a hora de rever isso.

A pressão do corpo sobre eles, o uso de calçados apertados… Tudo isso faz com que os pés ressequem, descamem ou tenham rachaduras. Mas saiba que evitar esses problemas é simples, basta incluir na sua rotina diária cuidados com os pés. A dermatologista e expert Ligia Kogos, revela quais são eles!

Vilões dos pés

A pele do pé já tem uma camada superficial grossa, o que faz com que ela seja mais ressecada do que o restante do corpo. Mas também há outras questões que fazem essa pele engrossar, como a pressão sobre os pés.

“Os sapatos apertados de bico fino, salto alto ou tênis também são prejudiciais. Eles batem nas pontas dos pés, causam danos nos dedos e pressionam as unhas, facilitando o aparecimento de calosidades, micoses, entre outros problemas”, explica a dermatologista.

Se você está pensando como solução, usar rasteiras ou chinelos, saiba que a cena praticamente se repete. Os dedos não sofrem tanto, mas os calcanhares em atrito com o chão ficam ásperos, ressecados e até rachados.

A melhor maneira de evitar esses problemas é alterando o tipo de calçado e buscando palmilhas mais macias. Além disso, inclua cremes para os pés na sua rotina diária pós banho. Seguindo esses cuidados direitinho, em uma semana os seus pés já começarão a apresentar melhora.

Inclua na rotina

A boa notícia é que os pés grossos conseguem se recompor facilmente. “Se você puder tampar o ralo do banheiro, tente deixar os pés imersos na água quente enquanto toma banho. Isso amolece a pele grossa e diminui as dores”, indica Ligia. Aproveite esse momento e faça uma esfoliação com bucha, pedra pomes ou sabonetes com grãos abrasivos. Faça isso de uma a duas vezes por semana.

Para hidratar, prefira cremes com ureia, ácido glicólico, lático, salicílico e alantoína, tanto para os pés, como também para as unhas. Use diariamente, antes de dormir.

“Em casos mais graves, uma noite ou outra aplique o creme e envolva os pés com meia de nylon para concentrar o produto. Retire na manhã seguinte e veja como seus pés estarão mais macios”, indica a dermatologista.

Esses detalhes vão fazê-la conquistar pés macios, bonitos e descansados, além de unhas finas e polidas.

Atenção ao ressecamento intenso

Se não tratado, o ressecamento pode evoluir para rachaduras doloridas, causando até problemas de coluna e dores nas pernas. “Além disso, essas fissuras podem se infectar por bactérias, servindo de porta de entrada para microorganismos capazes de causar infecção e inflamação nos pés e pernas”, revela a expert.

No caso de rachaduras, além do tratamento com hidratante, o recomendado é optar por cremes cicatrizantes e anti-sépticos, com clostebol e alantoína.

 

- Por Aline Marchiori