Antioxidantes para cuidar da pele

Você sabe qual a função de cada vitamina presente na fórmula do seu creme anti-idade? A gente conta tudo, sem complicação.

Fonte da Juventude

Elas são a chave para seu rosto continuar tendo 20 aninhos, mesmo que você já some 25, 30, 35… Mas qual a ação exata de cada vitamina no seu cosmético? Para quem são indicadas? Em que casos? Tiramos suas dúvidas para você não se confundir na hora de eleger seu mix salvador.

O nome científico na vitamina A é retinol. Ela serve para tratamentos anti-aging, de manchas, cicatrizes, cravos, acne, fechamento de poros.

O ácido retinóico, cientificamente comprovado um potente rejuvenescedor, é um derivado da vitamina A. “E, nessa forma, deve ser usado à noite, de início em dias intercalados.

Se não ocorrer irritação, é possível aumentar a frequência de uso. E, na manhã seguinte, não dá para esquecer do filtro solar!”, avisa Suleima.

Por tratar tantos problemas, pode ser usado da adolescência até idades mais maduras. Mas é contra-indicado para peles sensíveis.

Ela é um poderoso antioxidante e, por isso, muito utilizada nos tratamentos rejuvenescedores (quando sempre deve ser considerado o uso de pelo menos um anti-radical livre).

“A vitamina C pode ser utilizada em qualquer idade (a partir da adolescência, antes não é necessário) e em qualquer tipo de pele. Quando aplicada pela manhã, potencializa a ação do filtro solar”, conta a dermato. “Ela combate os radicais livres, elimina os primeiros sinais, não elimina manchas mas auxilia no tratamento delas.”

Outro poderoso antioxidante bastante empregado em cremes anti-idade. “A vitamina E é mais oleosa e por isso deve ser usada nas peles mais secas e/ou mais maduras.

Também tem bons resultados na hidratação da mucosa labial, da área ao redor dos olhos e em cremes corporais para peles ressecadas”, conta Suleima.”