5 dicas para evitar e tratar assaduras nas coxas

Você sofre com as assaduras nas coxas nos dias mais quentes? Aprenda a evitar esse problema e a cuidar da pele que já estiver ferida

Compartilhar:

Com o verão chegando, um problema de pele costuma ficar bem mais comum: as assaduras nas coxas. A combinação calor + suor + atrito é certeira para causar os ferimentos, que podem ser bem doloridos. Para tentar evitar o problema e diminuir os incômodos quando já se está assada, listamos cinco dicas:

Aposte em tecidos leves

Deixar a pele respirar é uma das melhores dicas para evitar as assaduras nas coxas. Os tecidos sintéticos são grandes inimigos nesses casos, já que abafam a região e não deixam o suor e a umidade evaporarem. Por isso, prefira roupas com fibras leves e naturais, como algodão. Caso você faça questão ou precise usar outro tipo de tecido, assim que puder, deixe a pele respirar.

Nos dias mais quentes, muita gente também gosta de usar saias e vestidos, que favorecem o atrito entre as pernas. Para diminuí-lo, experimente colocar um shorts mais justo por baixo da roupa.

Evite a umidade

Manter a região limpa e seca é um dos pontos chaves para não causar irritações, vermelhidão ou manchas. O talco é um ótimo aliado para isso, porque deixa a pele bem sequinha e ainda faz com que ela deslize melhor e sem atrito. Aplique pouco produto e tome cuidado para não manchar as roupas. As peles pretas podem ficar esbranquiçadas com o uso do produto, por isso, procure opções de talco em creme ou spray, que fazem o mesmo trabalho.

Óleo corporal

Os óleos corporais ou alguns tipos de hidratante em gel formam uma barreira protetora na pele que protege contra o atrito e evita o ressecamento. “Os produtos que utilizam tal mecanismo formam uma barreira protetora, à base de lipídios. Dessa forma, a água fica instalada entre a pele e a camada lipídica, e não consegue evaporar”, explica a dermatologista Dra. Valéria Marcondes. É importante de lembrar de reaplicar o produto durante o dia para o efeito se manter.

Procure produtos específicos

Além de todas essas dicas, hoje em dia existem alguns produtos antiassaduras enriquecidos com vitaminas que lubrificam a pele, evitam que bactérias se espalhem com a umidade e ainda são resistentes ao suor e à água, o que faz com que não precisem ser reaplicados com tanta frequência.

Assou. E agora?

Se as pernas já estão assadas e você quer diminuir o desconforto, o principal é tentar não irritar mais a pele. Evite lavar com água quente, escolha sabonetes mais neutros, como os de glicerina e sempre hidrate muito a pele para reparar a barreira cutânea. Procure cremes com ingredientes calmantes e restauradores, como água termal e ceramidas. “Hidrate sempre depois do banho, é o período de maior aproveitamento do efeito do cosmético. Com a pele úmida, os poros têm maior capacidade de absorver os ativos do produto”, orienta a médica.

Vale lembrar que é importante evitar o sol e deixar o local arejado e, quando possível, evitar ainda mais atrito. Caso a assadura esteja incomodando muito, procure um dermatologista para que ele possa receitar alguma medicação que acelere a cicatrização da área. Um médico também vai poder te indicar os produtos certos nos casos em que a pele fique manchada.

- Por Maria Clara Serpa