Atendimento | Televendas
Valentino Perfumes

Valentino Perfumes

Valentino Perfumes diretamente do mundo das celebridades, Valentino traz a sofisticação da alta costura para o mundo dos perfumes. Com ricas combinações de aromas, suas fragrâncias são elegantes e modernas. Conheça.
  • Filtros Utilizados
  • Chipre

  • Limpar Todos
5 resultados
Resenha Perfumes Valentino

Valentino (1978): um floral que marca a estreia da renomada grife italiana no mundo dos perfumes em uma noite de gala em Paris. Fragrância desenvolvida pela casa de fragrâncias Givaudan para mulheres clássicas e sofisticadas, assim como os acordes das flores que compõem a essência: Cyclamen, Cravo, Jacinto e Lírio do Vale. As notas animálicas somadas às amadeiradas remetem à identidade elegante da maison.

V (2005): marca a entrada de Valentino no mundo da mulher moderna. Assim como uma peça de roupa do estilista, o perfume é um complemento ao bom gosto da mulher que o usa. Um floral amadeirado com uma saída cítrica e a suculência de Figos Maduros. O toque feminino fica com os acordes florais de Rosa, Frésia e Jasmim complementados pelos traços de madeiras sofisticadas.

Rock 'n Rose (2006): responsável pelo guarda-roupa de inúmeras estrelas do Rock, Valentino desenvolveu um perfume floral feminino para mulheres jovens, "irresistivelmente elegantes e provocativas", como ele próprio definiu. O conceito é ilustrado pela saída fresca e suculenta da Bergamota e do Cassis, que ganha a elegância de flores brancas que cultuam a feminilidade. Já o lado provocante fica a cargo do toque almiscarado, da Raiz de Orris e do Heliotropio.

Valentina (2011): perfume floral oriental que celebra a entrada de Valentino em uma esfera exótica, mas sem deixar de lado a classe e tradição que ditam a marca. Criado pelos renomados perfumistas Olivier Cresp e Alberto Morillas, é uma fragrância que exalta a feminilidade e o romantismo com o buquê de flores brancas formado por Jasmim, Flor de Laranjeira e Tuberosa.

Valentino Uomo (2014): um perfume inspirado no homem italiano e em seu romantismo latente. Notas que exaltam a virilidade, como o Café e o Couro, ganham uma sensação de conforto e acolhimento vinda da Avelã e do Chocolate, tudo isso com a saída fresca da Bergamota e da Flor de Mirtilo.

Mais sobre Valentino

Valentino Clemente Ludovico Garavani, mais conhecido como Valentino, estreou no mundo da moda ainda jovem, aos 18 anos. Porém, desde criança, já dava sinais de seu talento ao se interessar pelos figurinos do cinema. Em 1950, foi para Paris estudar na Escola de Belas-Artes francesa e, anos mais tarde, conseguiu uma oportunidade nos ateliês de Jean Dessès e Guy Laroche. De volta a Roma, Valentino abriu as portas de seu primeiro ateliê em 1959 e lá preparou a sua primeira coleção, que viria a ser sua estreia triunfal no mundo da alta costura.

Os anos 1960 foram um boom na história de Valentino, desde a criação da Coleção Branca com o famoso logotipo em "V" até a descoberta da moda Valentino pelas estrelas de Hollywood após a atriz Elizabeth Taylor encomendar um vestido para a estreia do filme Spartacus.

Outro grande marco na carreira de Valentino foi a sua passagem por Barcelona, onde conheceu a chefe de redação da Vogue americana, Diana Vreeland, verdadeira apaixonada pela cor vermelha. Inspirado por essa passionalidade, o estilista criou o que ficou conhecido como Vermelho Valentino: uma cor intensa e profunda como o sangue.

Ao completar 45 anos de carreira, Valentino anunciou a sua aposentadoria para se dedicar a outros projetos também relacionados à alta costura.
Você está offline.