Você sabe o que é envelhecimento efeito sanduíche?

O envelhecimento vai além da pele, tem todo um processo de dentro para fora que a dermatologista Taiz Campbell chama de sanduíche. Entenda!

Você já parou para pensar como funciona o envelhecimento da pele? A dermatologista e expert, Taiz Cambpell, chama isso de sanduíche, porque ele começa nos ossos, passa pelos músculos, gordura, colágeno, até chegar realmente na pele, onde é realmente percebido.

Para explicar esse sistema de envelhecimento efeito sanduíche, batemos um papo com a expert, que ainda revelou qual o tratamento é ideal para cada etapa.

Camada 1: ossos

Essa é a primeira camada do nosso “sanduíche”. “Sabe aquela história de água mole em pedra dura tanto bate até que fura? É exatamente isso. Temos uma projeção óssea no ângulo da mandíbula, no queixo, que tem um osso pontudo ali. Só que o músculo vai roçando em cima quando a gente fala, come e ri. Com os anos, isso vai desgastando o osso e ele fica deprimido”, explica.

Taiz revela que há lugares no rosto em que chegam até formar buracos com o passar anos. Para amenizar esse efeito, nos principais pontos em que isso acontece ela indica a reestruturação óssea. “Fazemos isso com ácido hialurônico, um preenchimento no modo de sustentação”, conta.

Camada 2: músculos

Depois do osso, chegamos nessa camada, que também envelhece com o passar do tempo. Assim como o corpo que precisa de exercícios para ficar com o músculo rígido, o rosto também precisa.

“O que malha o rosto são lasers, como o ultrassom microfocado, que faz uma contração no músculo e fortalece. Tem outros tratamentos, como a radiofrequência, mas o ultrassom é o mais poderoso”, conta.

Camada 3: gordura

A gordura também envelhece, fica flácida e frouxa. Taiz revela que é por isso que ficamos com o rosto mais gordinho embaixo. “Para tratar essa parte, amo o emptiers, que serve para compactar ou reposicionar essa gordura. A gente preenche onde faltou e compacta onde está sobrando”, explica.

Camada 4: colágeno

Colágeno é sempre bom para a pele, por isso é legal fazer estoque. “Para essa etapa, indico bioestimuladores, como o sculptra e até fios de sustentação, que vão nessa camada e reposicionam tudo o que está caindo e melhoram a firmeza do colágeno”, conta Taiz.

 

Camada 5: epiderme

Chegamos na camada que vemos diariamente, a pele. Nessa etapa, Taiz indica lasers em geral, que ajudam a melhorar manchinhas, poros, textura e deixar a pele linda. “Seja um fotona, eletroderme, luz pulsada, tudo isso ajuda a melhorar a camada externa depois que você cuidou de dentro para fora”, explica.

Quer entender ainda melhor esse processo? A expert gravou um vídeo explicando em detalhes. Dê o play abaixo!

Viu só como o envelhecimento acontece em camadas e cuidar da pele desde cedo é fundamental?

Protetor solar, anti-idade e procedimentos em consultório são ideais para se criar um programa de tratamento e prevenir esse envelhecimento. Consulte o seu dermatologista para que ele possa indicar o programa de tratamento adequado para a sua pele.

- Por Aline Marchiori