- Por Gui Takahashi

Strobing e outras técnicas para deixar a pele iluminada

A make da estação é assim: fresh e radiante. Vem saber mais sobre sun stripping, strobing e chroming.

In or out

Todo dia parece nascer uma nova técnica de maquiagem que toma conta de desfiles, editoriais, blogs e vlogs.

E o que era o máximo na temporada passada pode ser um flop nesta estação. Por isso fizemos uma lista com tudo que você precisa saber para ficar por dentro.

Strobing

Essa seria a tendência oposta ao contouring, já que ao invés de recriar sombras para afinar o rosto, ela ressalta volumes da face para dar destaque às partes que você gosta, iluminar e assim garantir um ar de pele saudável e bem cuidada.

“O strobing é bem sutil e começa na preparação da pele. Você pode usar iluminador para dar o efeito de pele com viço natural”, conta Renato Mardonis.

As partes que se ilumina são: alto das maçãs do rosto, ponta do queixo, ponte do nariz, abaixo da sobrancelha e ponta do queixo.

Sobe ou desce? Para o maquiador, a tendência do strobing ainda segue em alta. A pele matte, opaca, parece não voltar tão cedo. Ainda queremos um look de pele fresca, hidratada e iluminada!

Sun Stripping

A técnica é perfeita para aqueles dias que você quer fingir que veio direto da praia. “Aplique blush ou bronzer nas áreas em que o sol normalmente incide sobre o rosto: alto das bochechas e nariz”, fala o expert.

Lembre-se de ir com cautela na quantidade de produto para que o resultado seja natural e com cara de garota de Ipanema.

Sobe ou desce? “O sun strippng é uma tendência que está em alta”, segundo Renato. Aliás, make que garante aquele aspecto de saúde é sempre uma boa pedida. É uma boa técnica para afastar o visual dos dias de pouco sol e frio.

Chroming

Ilumina, meu bem! Esse é o lema da maquiagem atual. Uma rápida passada pelo Instagram e pelos tapetes vermelhos basta para constatar: pele luminosa é in. O expert explica o chroming: “É a técnica que usa batom cintilante como iluminador em bastão”.

Passe nas têmporas, desenhando um C que vai da parte externa das sobrancelhas até o osso alto da lateral das maçãs do rosto.

Para mais brilho, você também pode usar no arco do cupido, abaixo das sobrancelhas e ponte do nariz — sempre esfumando em seguida, com o dedo ou pincel. Enquanto o strobing é mais natural e suave, o chroming é mais intenso.

Sobe ou desce? Sim, é trendy. O efeito cintilante em pontos altos da pele está em alta. “Você pode exagerar um pouco mais na quantidade de produto, caso vá para a balada ou uma festa com menos luz”, diz Renato.