Sérum facial ou hidratante: qual escolher?

O sérum facial e o hidratante são itens que entraram de vez na rotina de cuidados para a pele. Quer descobrir o melhor para a sua pele? Revelamos a seguir!

Sérum facial e hidratante: afinal, o que esses dois produtos queridinhos de skincare têm de diferente e como incluir na rotina? Vamos por partes: o sérum facial e o hidratante são dois tipos de veículos de produtos para a pele e, em cada um deles, podem ser incluídos ativos específicos. E, sim, é preciso saber escolher o ideal para o seu tipo de pele para obter um melhor resultado. A dermatologista e expert, Patrícia Nakahodo, explica a seguir.

Diferentes texturas

Sérum facial: “é conhecido pela sua textura leve e indicado para as pessoas de peles mistas, oleosas e também é bem aceito pelo público masculino, já que se espalha facilmente”, conta Patrícia.

Hidratante: “comparado ao sérum, eles são mais densos, sendo utilizados em peles normais, secas e até sensíveis”, diz. Mas vale lembrar que é possível encontrar hidratantes em versões livres de óleo para a pele oleosa.

Hidratante + sérum

Os dois veículos juntos podem fazer um combo ótimo para o cuidado da pele. A dica da dermatologista é aplicar o sérum primeiro e, depois, o hidratante por cima.

“Se os ativos dos dois produtos forem diferentes e complementares essa dupla pode trazer inúmeros benefícios. Portanto, depende muito da composição de cada um. O ideal é conversar com o seu dermatologista para que ele indique a combinação perfeita”, revela.

Resumindo, o mais importante na hora de escolher o produto é se atentar ao seu tipo de pele e, depois, ver se os componentes são indicados para ela. E caso queira fazer uma combinação, os produtos precisam ser complementares! “Lembre-se que não há necessidade de comprar um sérum de vitamina C se o seu hidratante tiver essa vitamina”, alerta.

- Por Aline Marchiori