Por que proteger o couro cabeludo do sol?

Você protege o seu couro cabeludo do sol? Se a resposta é “não”, a dermatologista e expert, Luciana Passoni, indica mudar esse hábito. Entenda!

Compartilhar:

Durante a exposição solar é comum proteger a pele, os cabelos, mas e o couro cabeludo? O quanto você cuida dele quando vai para a praia ou piscina? Se você não cuida nada, está na hora de rever esse hábito.

Conversamos com a dermatologista e expert, Luciana Passoni, e ela explicou sobre a importância de proteger o couro cabeludo do sol. Confira!

Praia x cidade

Lu revela que sempre temos de proteger o couro cabeludo, principalmente, se estivermos expostas ao sol forte. “No dia a dia, por exemplo, na cidade, em que você estará exposta a luz fria, não precisa, mas se você se expor ao sol, em praia, no mar, é mais do que necessário. Além de queimaduras, a falta de proteção pode gerar a proliferação de células malignas, descamação e até propiciar o aparecimento de fungos nessa região”, explica.

Como proteger o couro cabeludo?

A expert costuma indicar para os seus pacientes o protetor solar que é usado para o fio de cabelo. “Eles protegem contra luz solar, então indico o paciente passar no couro cabeludo, massagear e depois usar um pente bem fino. Agora, em algumas exceções, quando a pessoa tem uma risca capilar bem marcada, indico aplicar um filtro físico com um cotonete pontualmente onde o sol incide mais”, conta.

O ideal é retocar a cada 2h quando está exposta ao sol forte, como em uma praia, e a cada 3h, se estiver na cidade, em uma piscina, por exemplo.

“Quando você protege o couro cabeludo, além de evitar descamações, ardor e vermelhidão, você evita o câncer de pele. Nesse caso, o mais comum é o carcinoma basocelular, conhecido como o CBC”, alerta.

- Por Aline Marchiori