- Por Cynthia Greiner e Claudia Zanni

Pele linda aos 50

Nunca antes as mulheres tiveram tantos recursos para apagar os sinais do tempo. Conheça os segredos de que sabe das coisas.

Jacqueline Meirelles, 50 anos, ex-Miss Brasil, atriz

Aos 20, eu mal cuidava da pele. O máximo era tirar a maquiagem à noite, quando lembrava. As manchas apareceram na minha gravidez e foi muito difícil me livrar delas. Na época, não tínhamos o conhecimento de hoje: todo mundo torrava no sol sem proteção. Mas agora uso chapéu, protetor 60 no rosto e 30 no corpo.”

Pele é prioridade

Com a idade avançando, minha rotina de beleza foi ficando bem específica: limpo, hidrato, sou fã do anti-idade, dos compostos com vitamina C e ainda uso ácido noturno. A dermatologista faz parte da minha vida há alguns anos, sua orientação é importante no meu caso. Além dos cremes que mencionei, tomo quatro fórmulas elaboradas por meu médico ortomolecular.”

Dra. Ligia Kogos, dermatologista

Alterações hormonais são as principais determinantes de mudanças indesejáveis nesta fase. Com a queda vertiginosa do estrógeno, o teor de colágeno cai e a sensação é de um ressecamento que não estava lá antes, além de uma inquietante perda de firmeza e de contornos. As olheiras agora surgem facilmente, a testa se contrai e as fotos sorridentes acusam as ruguinhas.”

Os sinais

Banhos de sol sem filtro deixam sua conta para pagar imediatamente: rosto com sardas, colo avermelhado e marcado, manchas brancas em braços e pernas. A voluptuosidade da boca pode estar prejudicada nas fumantes, com perda de volume e rugas em forma de raios em torno dos lábios.”

Combate certeiro

Cremes anti-idade com formadores de fibras colágenas e elásticas, hidratantes potentes, hormônios em cremes, ácidos e vitaminas fazem parte do esquema que reverte os danos e previne o desgaste. Grandes aliados: peptídeos, ureia, dimethicones, tensine, quicklifts, todos os glycans, antioxidantes como vitamina C e derivados, licopeno, hidroxiprolisilane, além é claro dos filtros solares.”