Guia de Coloração

Descubra a diferença entre coloração e tonalizante e transforme a cor e o visual do seu cabelo de maneira rápida e segura para a saúde dos fios.

As colorações e tonalizantes permitem um universo infinito de possibilidades para mudar ou realçar a cor do cabelo. Elas transformam o visual dos fios de forma permanente ou temporária.

Entretanto, é preciso se atentar a alguns cuidados na hora de escolher qual delas será a responsável pela mudança de cor. Confira tudo a seguir e prepare-se para ter um cabelo com a cor intensa e brilhante.

Qual a diferença entre coloração e tonalizante?

A coloração, ou tintura, deposita o pigmento da cor desejada no interior dos fios por meio da amônia, um ativo químico que consegue abrir as cutículas para que o oxidante remova os pigmentos naturais e permita a fixação da cor desejada no córtex capilar de forma permanente. Porém, já existem colorações que não levam esse ativo, contando com aroma mais suave e menor alteração do pH capilar, reduzindo assim os danos nos fios.

As colorações são indicadas para cobrir 100% dos fios brancos e clarear até 2 tons da cor natural sem a necessidade de descolorir o cabelo.

Já o tonalizante, livre de amônia, não promove a abertura da cutícula capilar. Ele forma uma camada superficial sobre as cutículas com a cor desejada para realçar a cor natural dos fios com bastante brilho. Ao contrário da coloração, o tonalizante não clareia os fios, apenas escurece até 2 tons e cobre 70% dos brancos. Além disso, sua duração é temporária e diminui conforme as lavagens até o cabelo voltar a cor original.

O que é descoloração?

A descoloração é um processo parecido com a coloração, mas com o objetivo de remover o pigmento natural do cabelo para a reposição de um artificial. A mistura feita com o oxidante – para abrir as cutículas – mais o pó descolorante – para remover o pigmento natural -, age não só na proteína responsável pela cor, mas também interfere nas demais, e costuma sensibilizar a fibra capilar com ressecamento, frizz e quebra. Por isso, é fundamental fazer tratamentos de reconstrução, nutrição e hidratação para recuperar a estrutura dos fios depois da química.

DICA PROFISSIONAL DA BELEZA: o auxílio de um cabeleireiro profissional é indispensável para alcançar o efeito desejado de cor sem prejudicar a saúde do cabelo.

Como cuidar do cabelo colorido?

Quem deseja ter uma cor vibrante e protegida do desbotamento ou do amarelamento deve utilizar cosméticos específicos para cabelos coloridos. Isso porque as formulações são especialmente desenvolvidas para o cuidado desse tipo de fio para que o pigmento dure por mais tempo na fibra capilar.

Os shampoos para cabelo colorido possuem fórmula mais suave que os demais, o que provoca menos desgaste da fibra capilar durante a lavagem e, consequentemente, maior durabilidade da cor. Os condicionadores, máscaras e ampolas ajudam a fixar o pigmento e manter a intensidade do tom como no primeiro dia em que a coloração foi feita.

O uso diário do leave-in é indispensável para quem muda a cor natural dos fios. Elaborados com filtros UV, ele impede o desbotamento da cor por conta da oxidação do pigmento provocada pela exposição ao sol e demais fontes de radiação ultravioleta, como lâmpadas fluorescentes.

Confira também o Guia de Cronograma Capilar e aprenda a fazer tratamentos em casa.

- Por Monique Abrantes