Dicas para esfoliar a pele em casa

Veja como esfoliar a pele em casa de maneira simples, segura e fazer valer cada passo da sua rotina de cuidados!

Esfoliar a pele é um passo essencial para a sua rotina de cuidados, pois é através dela que você renova suas células, promovendo uma melhor absorção dos cosméticos utilizados no dia a dia.

Se a esfoliação não faz parte da sua rotina, aqui você vai entender melhor porque ela deveria fazer. E se já é adepta, vamos ensinar como fazê-la na frequência certa e sem agredir a sua pele. A responsável por essas dicas superúteis é a dermatologista e expert Apolônia Sales. Confira!

Esfoliar é preciso!

Afinal, você sabe por que precisa esfoliar a sua pele? “A esfoliação promove a renovação celular, retira as células mortas da camada mais superficial da pele e promove uma melhor absorção dos cremes aplicados”, explica a dermatologista.

Pois é, se realizada na frequência e da maneira certa, a esfoliação ainda deixa a pele uniforme, com poros mais fechados e com uma melhor textura.

Esfoliante físico ou químico?

Ao escolher o produto a ser utilizado, você pode encontrar essa dúvida. A principal diferença é que o físico conta com partículas que fazem a esfoliação em atrito com a pele, já o químico, não precisa desse atrito, pois conta com uma substância que age na camada superficial da pele, promovendo a descamação.

A escolha do esfoliante correto depende muito do seu tipo de pele. Para ajudá-la a encontrar o seu, abaixo montamos uma tabela.

Faça em casa

A maneira mais simples de esfoliar a pele é optando por um produto, como sabonete ou creme com partículas abrasivas, que ao serem passadas na pele vão fazer essa esfoliação. Existem até misturas caseiras como mel com açúcar que podem ser utilizadas para esfoliar.

A frequência depende muito do seu tipo de pele. “Para as resistentes, sem rosácea, é possível fazer até uma esfoliação diária leve, já as sensíveis, toleram apenas uma esfoliação a cada 15 dias. Na prática, recomendamos para todos, esfoliar uma vez por semana, mas mudamos de acordo com as necessidades e pele de cada um”, explica Apolônia.

Seja delicada nos movimentos

Leveza é a palavra de ordem na esfoliação. Os movimentos geralmente são circulares e bem leves. O ideal é não usar muita força e fazer poucas passadas, para evitar que a pele seja agredida e cause algum ferimento.

Ao final da esfoliação, aposte em um bom hidratante, principalmente, se tiver pele seca ou sensível, pois como a gordura natural da pele é removida é interessante repor.

- Por Aline Marchiori