- Por Karina Hollo

Como cuidar do seu tipo de unha

Você sabia que existem unhas secas? E oleosas? E frágeis? Depois de descobrir qual seu tipo, vai ficar mais fácil cuidar delas.

Tipo assim…

Às vezes, o esmalte não dura dois dias sequer. Em outras, a unha descama só de olhar… A resposta para esses probleminhas pode estar no tipo das suas unhas. Identifique o seu e garanta uma manicure mais bonita!

Unhas secas

Elas podem ficar esbranquiçadas e até descamar nas pontas. “É importante caprichar na base, porque esse tipo de unha tende a ‘absorver’ mais as cores dos esmaltes”, avisa Nayra Fachinetti, diretora técnica da d-unhas Brasil. Tem mais: produtos químicos ressecam a pele e as unhas, por isso o ideal é sempre usar luvas quando for lavar a louça, por exemplo.

“Assim como a pele seca necessita de hidratação extra, as unhas secas também pedem cuidados especiais. Use um óleo para unhas. Se for enriquecido com vitaminas A, C e E, melhor”, diz a expert. E evite removedores com acetona, que ressecam a unha ainda mais.

Unhas oleosas

Sabe porque o esmalte dura menos nas suas unhas? “Porque a oleosidade desse tipo de unha ‘expulsa’ qualquer produto que estiver sobre a superfície”, explica Nayra. “Não há necessidade de usar um hidratante específico para as unhas”, avisa.

Vale usar um creme 2 em 1, para mãos e unhas, principalmente se você gosta de mantê-las esmaltadas. E removedores com acetona podem ser vantajosos, porque eliminam a oleosidade extra. “Só tome cuidado para não ressecar demais as cutículas.”

Unhas frágeis

Suas unhas se quebram com facilidade? Corte. “Unhas longas se dobram, e se quebram. O formato também influencia: unhas redondas, além de alongar, quebram menos”, ensina Nayra.

Ela indica que você use óleos e bases fortalecedoras e que evite lixas e polidores. “A parte mais grossa das lixas de papelão é ideal para dar formato ou tirar comprimento, a mais fina é para dar acabamento e deixar a borda suave.

É essencial usá-la para a unha não se prender em tecidos ou no cabelo… e acabar quebrando”, ensina ela. E cuide da qualidade dos produtos que você escolhe. “A base e o esmalte são os mais importantes, já que permanecem mais tempo sobre as unhas. É recomendável tirar quando ele começa a ficar com aparência de ‘velho’. É um indicador da ‘validade’ dele sobre as unhas.”