Como combater os efeitos da poluição na pele

Você ouviu aqui primeiro: os produtos de skincare que tratam os efeitos da poluição na pele, vão ganhar espaço cativo na sua prateleira

Compartilhar:

Além dos já comentadíssimos raios solares, outro estressor dos radicais livres – especialmente para quem mora em grandes cidades – é a poluição na pele. O sol deixa os radicais livres prontos para agir, mas as partículas de poeira e gases tóxicos, também têm sua parcela de culpa nos danos.

A vida na cidade: efeitos da poluição na pele

“Estudos recentes mostram que, além do sol, a presença de partículas de poeira, fumaça e algumas moléculas que induzem à formação de radicais livres na atmosfera, têm papel importante no envelhecimento precoce da pele”, explica a médica Cláudia Magalhães.

“O que acontece é que nossa pele tem mecanismos de defesa contra a formação de radicais livres, inclusive os geneticamente determinados. Mas, a exposição constante a essas substâncias e outros gases nocivos, faz com eles fiquem depositados na superfície da pele, acelerando o processo”.

Como combater os efeitos da poluição na pele

Aqui, o skincare básico é definitivamente o mais efetivo: limpeza, hidratação e proteção minam e diminuem a chance de qualquer resíduo poluente na pele.

Limpeza

“Produtos com ativos antioxidantes são capazes, sim, de proteger seu rosto.” Mas, na hora de dormir é indispensável limpar tudo: “usar maquiagem é 100% permitido, mas também é obrigatório retirar a make todas as noites, com um demaquilante eficiente e, em seguida, com um sabonete legal para seu tipo de pele.”

Tem a pele seca? “As loções cremosas são bastante adequadas. Já as águas micelares podem ser usadas para demaquilar todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis”, indica Cláudia. Os lenços demaquilantes também são opções super práticas para o rosto – mas não substituem o sabonete, combinado?

Hidratação

A pele ressecada ou seca é mais suscetível a efeitos ruins da poluição, já que tem menor proteção natural. Por isso, o hidratante é seu maior aliado nessa: “aem hidratação, o manto lipídico fica mais fino e a poluição agride mais”, fala Cláudia. 

Proteção

Com o protetor solar, a proteção é dupla, contra os raios UV e contra a poluição. Bateu a preguiça de passar o protetor? Te incentivamos, já que a poluição também é um fator que consome parte dos recursos de defesa internos, já que ao se expor ao sol, diminui as defesa internas.” Por isso, acaba acontecendo um envelhecimento mais precoce e em maior intensidade”, explica a expert.

- Por Isabelle Guedes