Benefícios do óleo de rosa mosqueta

O óleo de rosa mosqueta se tornou o novo hit da beleza do momento. Quer inclui-lo na sua rotina? Patrícia Nakahodo revela seus benefícios!

Compartilhar:

É oficial: o óleo de rosa mosqueta é o queridinho de beleza do momento. Mas, como posso usar? Quais os benefícios? Spoiler: ele não obstrui seus poros, pode ser usado também nos cabelos e tem ação anti-inflamatória!

Se você quer saber mais sobre o óleo de rosa mosqueta, a dermatologista e expert, Patrícia Nakahodo, conta tudo!

Benefícios do óleo de rosa mosqueta

Desde que a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, assumiu usá-lo na sua rotina de beleza, inclusive, durante as gestações, ele ganhou popularidade. Isso se deve ao fato de ser um óleo vegetal, o que significa que não obstrui os poros. “Ele tem em sua composição vitaminas, principalmente A, e ácidos graxos, agindo na renovação celular e hidratação, podendo ser usado tanto na pele, como também, nos cabelos”, explica Patrícia.

“Por ter componentes antioxidantes, o óleo também tem ação antienvelhecimento e calmante, sendo usado em processos de tratamentos contra dermatites e psoríase”, revela.

O óleo de rosa mosqueta tem propriedades antioxidantes

O óleo de rosa mosqueta na cicatrização e queloides

Estudos explicam que as propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias do óleo são conhecidas, já que o extrato auxilia diminuindo o processo de migração celular. Quando associado a ácidos graxos, especialmente o oléico, linolênico e linoléico, o uso é ainda mais potente, já que atuam na facilitação de entrada de ativos pela membrana celular.

O óleo de rosa mosqueta na síntese de colágeno

Vale lembrar que há estudos que também apontam que o óleo de rosa mosqueta reforça a síntese de colágeno e elastina. “Por isso ele é usado há anos em processos cicatriciais e prevenção de estrias”, conta. Aliás, foi com o intuito de prevenir estrias durante as gestações que Kate Middleton revelou que decidiu usá-lo.

Especialmente em conjunto com antioxidantes já conhecidos da ciência, como as vitaminas C e E, que também tem importante ação para impedir a degradação das células. O óleo de rosa mosqueta tua na melhor deposição de fibras colágenas – ou seja, mais sustentação – além de estimular a proliferação celular.

A rosa mosqueta ajuda na cicatrização da pele e manutenção do colágeno

Como usar o óleo de rosa mosqueta?

Patrícia Nakahodo revela algumas maneiras de incluir o óleo de rosa mosqueta no dia a dia.

Uso na pele: pode ser usado diretamente ou em formulações associadas a outros compostos de acordo com a necessidade de cada um.

Uso nos cabelos: pode ser usado nos fios para auxiliar na hidratação e também no couro cabeludo por conta da sua ação anti-inflamatória em processos de coceira e descamações.

Como pré-shampoo: “massageie o couro cabeludo com o óleo e deixe agir por 10 minutos. Lave na sequência normalmente”, explica.

Após a lavagem: por ter ação anti-frizz pode ser usado nos fios secos ou como finalizador para as pontas. “Ele também pode ser misturado a uma máscara capilar para auxiliar na hidratação. Coloque algumas gotas na máscara, misture e aplique”, indica.

Fica a dica: apesar das diferenças nos componentes em relação ao óleo de coco, os usos podem ser os mesmos.

- Por Aline Marchiori