solucao-de-beleza patricia-nakahodo 2013-09-16 cuidados-para-pele materia 10 mitos e verdades da espinha Os truques desta traidora estão com os dias contados, pois a partir de hoje você vai conhecer e saber driblar todos! https://cdn.belezanaweb.com.br/image/upload/v1/loucas-por-beleza/images/10-mandamentos-da-espinha/materia_bg_3.jpg

imagem 1

Proibido espremer as belezinhas

Verdade. Essa é a primeira e principal regra quando o assunto é espinha no rosto. Espremendo o que parece ser uma inocente espinha, você não só está correndo o risco de contaminar a pele com micro-organismos, como pode aumentar o processo inflamatório e também causar manchas e cicatrizes.

imagem 2

Lavar o rosto com água quente piora

Verdade. Lavar o rosto com água quente não é indicado porque retira bruscamente a oleosidade da superfície da pele – o que só vai obrigar as glândulas sebáceas a trabalharem mais e mais rápido para repor a substância perdida. Resultado, mais oleosidade, ambiente mais propício a espinhas.

imagem 3

Se jogar no chocolate é crime

Mito. O chocolate é comumente culpado pelo aparecimento de espinhas, mas a acusação muitas vezes é injusta. Ele não é o causador da acne, a não ser que você seja alérgica a alguns alimentos como o cacau, o leite, a castanha... Na TPM as mulheres tendem a comer mais chocolates, mas o que leva mesmo ao aumento da acne é o pico de hormônios na fase pré-menstruação.

imagem 4

Ficar com o rosto apoiado na mão dá espinha

Verdade. Parece mentira, mas é fato: pessoas que têm o hábito de apoiar a mão no rosto sempre no mesmo lugar podem desencadear acne em áreas específicas. O mesmo acontece com quem usa boné frequentemente ou cabelo com franja. O abafamento da região obstrui os poros e aumenta o aparecimento de espinhas naquela região.

imagem 5

Usar receitas caseiras funciona

Mito. Creme dental, máscara com leite e limão, pomada contra assadura... Não existe milagre com alimentos e misturas feitas em casa. Hoje em dia, com tantas opções de produtos, não precisamos mais ficar inventando melecas na cozinha para salvar a pele – nem correr o risco de prejudicar ainda mais o quadro de acne usando ingredientes errados.

imagem 6

Tomar sol é um santo remédio

Verdade. A luz do sol, aquela mais fraquinha, antes das 10h e depois das 16h, tem ação anti-inflamatória e de renovação celular, desobstrui a pele e desinflama a acne. Porém, a situação é passageira, pois logo há o chamado efeito rebote: o sol acaba espessando a pele, o que deixa o folículo sebáceo obstruído e propicia a formação de novas espinhas.

imagem 7

Vitaminas e suplementos são indicados

Mito. Complexos vitamínicos, corticoides, testosteronas, anabolizantes estimulam ou pioram o quadro de acne. A automedicação e o uso de suplementos vitamínicos sem prescrição médica são agravantes para o surgimento de espinhas na pele.

imagem 8

Stress agrava o problema

Verdade. Em situações de stress, acontece o aumento da secreção do hormônio ACTH, produzido pela hipófise. Qualquer alteração em seus valores pode interferir no sistema hormonal, causando o surgimento da acne dias depois de um pico de stress. Um exemplo clássico de espinhas por stress são as noivas, que podem acordar com um pontinho vermelho indesejado bem no tão esperado dia.

imagem 9

Gelo clareia a pele

Mito. Colocar gelo no rosto depois da limpeza de pele ou depois de espremer uma espinha pode dar a falsa sensação de clarear a pele, já que ele diminui a circulação sanguínea na região. Mas cuidado: o gelo pode queimar a região ferida e, por causa da vasodilatação, tornar a pele ainda mais vermelha.

imagem 10

Sua mãe tinha, você vai ter

Verdade. Sim, a acne é hereditária. Só que o grau não é necessariamente o mesmo. O que quer dizer que se os seus pais sofreram muito com espinhas na adolescência, você pode ter também, mas em menor quantidade. O importante é procurar um médico logo que o problema for além de cravinhos discretos no rosto.

MAIS DICAS DE BELEZA DOS NOSSOS EXPERTS